fbpx

CTT celebram os 500 anos dos Correios em Portugal

Em Ribatejo Cool

No ano em que a atividade de correio celebra 500 anos em Portugal, os CTT editam e apresentam o livro “500 Anos do Correio em Portugal”, da autoria de Fernando Moura.

O autor do livro é historiador e foi durante muitos anos o conservador do Património Artístico e Filatélico do Museu Postal dos CTT, situado na Fundação Portuguesa das Comunicações.

Este livro contém descrições detalhadas da história dos correios em Portugal durante estes cinco séculos, destacando os principais momentos que definiram o enquadramento desta atividade.

São eles o dia 6 de novembro de 1520 quando foi criado o Ofício pelo Rei D. Manuel I que nomeia o 1.º Correio-Mor Luis Homem, cavaleiro da Casa Real; o período entre 1520 e 1606, a época dos Correio-Mor de nomeação real; em 1606 a venda do cargo por D. Filipe II de Espanha à família Gomes da Mata, Foi a “primeira privatização do serviço postal”.

Logo em 1797 deu-se a reincorporação dos serviços outra vez na Coroa, por D. Maria I; em 1852 a Reforma Postal Portuguesa “segundo o modelo inglês de Sir Rowland Hill”, durante o reinado de D. Maria II; a 1 de julho de 1853 começa a circular o 1º selo português.

Já no século XX, a 1 de janeiro de 1970 a Empresa Pública Correios e Telecomunicações de Portugal inicia a sua atividade; em 1978 é lançado o Código Postal, princípio fundamental de modernização do serviço; em 1992 os CTT autonomizam-se enquanto Operadores Postais designados, separando-se da atividade de Telecomunicações e assumem a forma de Sociedade Anónima de capitais exclusivamente públicos.

Mais recentemente, a 10 de outubro de 2013, o governo aprovou o modelo de privatização dos CTT. A conclusão desta operação deu-se em 5 de setembro de 2014. Foi historicamente a 2.ª vez que se privatizou o Serviço Postal em Portugal, e no dia 18 de março de 2016 registou-se mais um marco na história centenária dos CTT: o nascimento do Banco CTT.

O livro está a venda nas Lojas CTT e na Loja Online dos CTT, aqui, em capa dura com o custo de €40,00. Trata-se de uma edição bilingue limitada a 4 500 exemplares numerados e contém os 5 grupos de selos da emissão “500 anos do Correio em Portugal” compostas por 22 selos e 4 blocos com o valor facial de €23,08 emitidos entre 2016 e 2020.

Leave a Reply

Recentes de Ribatejo Cool

Ir para Início
%d bloggers like this: