Número de infetados em lar de Rio Maior sobe para 68

Em Saúde

O número de infetados com o novo coronavírus no lar Fausta Nobre, em Rio Maior, subiu hoje para 68, sendo 49 utentes e 19 funcionários, disse à Lusa o presidente do município.

O presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, Filipe Santana Dias, afirmou que os resultados dos testes conhecidos hoje revelaram mais 54 casos de covid-19, a que se somam 14 dos 16 conhecidos no passado dia 20 de novembro (dois dos quais tiveram agora resultado negativo).

Apenas cinco utentes do lar, que se encontram acamados e sem qualquer contacto com os restantes, tiveram resultado negativo, disse.

Filipe Dias adiantou que os utentes e os funcionários que tiveram resultado positivo ao SARS-CoV-2 não apresentam sintomas da doença.

Na quarta-feira será feita uma desinfeção total na instituição, adiantou.

Segundo o autarca, após nova visita técnica realizada hoje, juntamente com o delegado de saúde, foi decidido manter os idosos na instituição, reforçando as medidas que haviam sido já decretadas, num esforço para conter a infeção e conseguir que na próxima testagem, no máximo dentro de 10 dias, haja uma reversão.

O surto foi conhecido depois de uma funcionária ter surgido infetada, no dia 18 de novembro.

Dois dias depois, quando foram conhecidos os primeiros resultados dos testes realizados a todos os utentes e funcionários, o edifício foi dividido em três alas, uma destinada aos utentes que tiveram resultado positivo, outra para os que tiveram resultado negativo, mas tiveram contacto, e outra para os que não tiveram qualquer contacto.

Filipe Santana Dias considerou que, a serem cumpridas à risca, estas medidas teriam reduzido o risco de contágio, questionando assim o que correu mal para que o surto tivesse alastrado em pouco mais de uma semana.

Com 20.379 habitantes, o concelho de Rio Maior teve até ao momento 290 casos de covid-19, tendo registado seis óbitos.

Leave a Reply