Marcelo Rebelo de Sousa apresenta candidatura às Presidenciais: “Quem avança para esta eleição é exatamente o mesmo de há cinco anos”

Em Sociedade

Marcelo Rebelo de Sousa anunciou hoje que se vai recandidatar ao cargo de Presidente da República nas eleições de 24 de janeiro de 2021.

“A minha primeira palavra é para vos dizer que sou candidato à Presidência da República, porque temos uma pandemia a enfrentar, porque temos uma crise económica e social a vencer, porque temos uma oportunidade única de, além de vencer a crise, mudar para melhor Portugal”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa na pastelaria Versailles, em Belém, Lisboa, tendo como cenário as cores da bandeira nacional com a esfera armilar e o escudo em tamanho aumentado.

No discurso, Marcelo Rebelo de Sousa afastou a hipótese de fazer um segundo mandato presidencial diferente do primeiro, frisando que, como candidato, é “exatamente o mesmo de há cinco anos”, orgulhosamente português, universalista, social-democrata, católico e republicano.

“Quem avança para esta eleição é exatamente o mesmo que avançou há anos. Sou exatamente o mesmo”, afirmou.

Marcelo Rebelo de Sousa definiu o seu posicionamento ideológico e político: “Orgulhosamente português e, por isso, universalista; convictamente católico e, por isso, dando primazia à dignidade da pessoa, ecuménico e contrário a um Estado confessional; assumidamente republicano e, por isso, avesso a nepotismos, clientelismos e corrupções; determinadamente social-democrata e, por isso, defensor da democracia e da liberdade”.

Prestes a completar 72 anos, no dia 12 de dezembro, Marcelo Rebelo de Sousa foi eleito Presidente da República à primeira volta nas eleições de 24 de janeiro de 2016, com 52% dos votos expressos.

Professor catedrático de direito jubilado, antigo presidente do PSD e comentador político televisivo, assumiu a chefia do Estado em 09 de março de 2016.

Leave a Reply