Prioridade da presidência portuguesa da UE na agricultura é concluir a reforma da PAC

Em Empresas

A conclusão da reforma da Política Agrícola Comum (PAC) é a prioridade da presidência portuguesa da União Europeia (UE) para esta área, disse hoje, em Bruxelas, a ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes.

A ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, participou hoje, dia 15 de dezembro, em Bruxelas, no último Conselho de Agricultura e Pescas – AGRIFISH, presidido pela ministra alemã, Julia Klöckner, onde sublinhou a importância da cooperação entre as presidências da Alemanha, de Portugal e da Eslovénia. Seguiu-se a passagem de testemunho da Ministra da Agricultura da Alemanha para a Ministra da Agricultura e para o Ministro do Mar de Portugal, Ricardo Serrão.

Maria do Céu Antunes congratulou a presidência alemã por todo o trabalho desenvolvido e pelos resultados alcançados, nomeadamente no que diz respeito à conclusão das negociações do Quadro Financeiro Plurianual (QFP), para além de todo o trabalho desenvolvido na negociação da Política Agrícola Comum, com destaque para o acordo político alcançado no Conselho de outubro.

A Ministra destacou o empenho de Portugal na conclusão da negociação da PAC, tendo em vista a plena implementação da Reforma da PAC em janeiro de 2023 e a prioridade que será dada à Segurança Alimentar e a promoção de um debate sobre o reforço das medidas de proteção fitossanitária, alternativas ou complementares da luta química.

Maria do Céu Antunes manifestou “todo o empenho e cooperação da presidência portuguesa, com vista a ultrapassar os importantes desafios comuns que se nos colocam”.

Foram temáticas do Conselho a rotulagem nutricional na frente da embalagem, perfis nutricionais e rotulagem de origem, e o rótulo europeu de bem-estar animal, tendo sido adotadas conclusões da Presidência e do Conselho, respetivamente.

Leave a Reply