Entroncamento apresenta orçamento de 23 milhões de euros, com 9 milhões para investimento em 2021

Em Região

A Câmara Municipal aprovou a proposta de orçamento e as Grandes Opções do Plano para o ano de 2021, no valor de 23.361.315,00€.

“Este orçamento assenta em critérios de economia, eficácia, eficiência e serviço público, o executivo mantem a gestão rigorosa e contida das despesas públicas locais, no entanto é um orçamento com grande ambição ao nível do investimento, apesar da situação pandémica em que nos encontramos”, refere a nota de imprensa da autarquia.

O presidente da Câmara Municipal, Jorge Faria afirma que “o orçamento é baseado em grande rigor e inclui um programa de investimento ambicioso. Em 2021 continuamos a reduzir as dívidas a médio e longo prazo e prevemos uma amortização da dívida no valor de um milhão e quatrocentos mil euros. Por outro lado, há um esforço para fazer investimento, em áreas que procuram responder às necessidades das pessoas e da cidade, sem aumentar taxas e impostos municipais”.

O presidente Jorge Faria salienta que “43,73% das dotações deste orçamento são para funções sociais, este foi desde sempre um compromisso que tivemos com os munícipes.”

Este orçamento prevê 9.555.614 € de investimento o que significa um aumento de 23,26% em relação a 2020, distribuídos em projetos de funções gerais da administração pública, como equipamentos, serviços, segurança e ordem pública no valor de 1.213.009 €, de funções sociais, em áreas como educação, cultura, águas, coesão social, entre outros, no valor de 4.173.324 € e de funções económicas como eficiência enérgica, rede viária e arruamentos e transportes rodoviários no valor de 4.164.281 €.

Destacam-se os seguintes projetos do Plano Plurianual de Investimentos:

– Parque Empresarial do Entroncamento

– Projeto de Eficiência Hídrica

– Requalificação Urbana Espaço Público, Equipamentos e edificado nos Bairros Sociais – ARU 3

– Eficiência Energética – Piscinas Municipais

– Edifício para Força de Segurança – Esquadra da PSP

– Requalificação do Espaço Público ARU 1

– Conclusão das obras de urbanização da Urbanização da Quinta da Capela (Fontalgarve) com recurso à caução prestada pelo loteador

– Promoção da acessibilidade inclusiva

– Requalificação do Bairro do Boneco

– Mobilidade Urbana e Clicável

– Reabilitação do Edifício Escolas das Tílias

– Requalificação/Construção de nova centralidade

– Rede viária, Arruamento, Estacionamentos e Passeios- Grandes reparações ou benfeitorias

– Requalificação da Pista de atletismo José Canelo

– Substituição de ramais domiciliários da rede de abastecimento

– Substituição da rede de drenagem de águas (Rua Estados Unidos da América e ARU 3)

– Requalificação espaço público Bairro Camões

– Arranjo Urbanístico do Jardim Afonso Serrão Lopes (Zona Verde)

– Nova Biblioteca Municipal

– Rotundas, espaços verdes e outras instalações

– Parques Infantis – Grandes reparações ou benfeitorias

– Habitação Social – Grandes reparações ou benfeitorias

– Infraestruturas urbanas loteamento municipal Rua Eng. Ferreira Mesquita ao Bairro de Camões

– Arranjos estruturais no Jardim de Infância Sophia de Mello Breyner

O presidente da Câmara salienta ainda que o orçamento de 2021 contempla uma politica clara de manutenção e equilíbrio económico e financeiro do Município focada num investimento estrutural de desenvolvimento do concelho.

O documento seguirá agora para apreciação da Assembleia Municipal.

Leave a Reply