Governo aprova medidas de contenção da pandemia no Natal e Ano Novo

Em Sociedade

 O Governo anunciou na quinta-feira as medidas de contenção da pandemia de covid-19 que estarão em vigor no Natal e Ano Novo, alterando o que tinha inicialmente previsto para a passagem de ano e início de janeiro.

Há 15 dias, o primeiro-ministro, António Costa, tinha antecipado as medidas preparadas pelo executivo para a altura do Natal e do Ano Novo, ressalvando, contudo, que voltariam a ser avaliadas no final desta semana para confirmar a tendência de melhoria da pandemia de covid-19.

Na quinta-feira, António Costa admitiu que, após o Natal, “necessariamente vai haver um aumento das infeções”.

Por isso, acrescentou, irão ser adotadas “medidas de máxima contenção para evitar que o risco acrescido que os encontros de Natal constituirão se multiplique num crescimento exponencial”.

Para o Natal, o Governo decidiu manter as restrições já anunciadas há duas semanas.

Na quinta-feira, o executivo também divulgou a nova lista de níveis de risco, que divide os concelhos entre risco de contágio de covid-19 moderado, elevado, muito elevado e extremo – que entrará em vigor com o novo estado de emergência, em 24 de dezembro.

Segundo a lista atualizada de níveis de risco existem 30 concelhos em risco extremo de contágio, menos cinco do que em 02 de dezembro, e 79 em risco muito elevado, mais um do que no início de dezembro.

O número de concelhos considerados de risco elevado permanece inalterado, 92, enquanto os municípios de risco moderado são agora 77, mais quatro do que no princípio do mês.

O novo estado de emergência irá vigorar entre as 00:00 de 24 de dezembro e as 23:59 de 07 de janeiro.

A imagem pode conter: texto que diz "COVID-19 Passagem de ano Proibição de circulação na via publica: Dia 31/12: a partir das 23h Dias 3/1:a partir das 13h REPUBLICA PORTUGUESA XXII GOVERNO"
A imagem pode conter: texto que diz "Mantém-se a proibição de circulação entre concelhos entre as 00h de 31/12 e as 5h de 4/01 →"

Leave a Reply