Abrantes – Ex-empresário interrompe sessão da Câmara e agride presidente, vereadores e funcionários à paulada

Em Sociedade

O antigo empresário da construção civil Jorge Ferreira Dias agrediu esta manhã em plena sessão da Câmara de Abrantes, o presidente Manuel Valamatos e o vice-presidente João Gomes, e ainda dois funcionários que o tentaram deter. Os quatro tiveram de receber tratamento hospitalar.

O ex-empresário Jorge Ferreira

Segundo o Mais Ribatejo apurou junto da PSP, o antigo empresário interrompeu esta manhã, a reunião da Câmara que decorria à porta fechada, devido às restrições impostas pela pandemia, e munido de um “gravato”, cajado de madeira com a ponta revestida de metal, agrediu o presidente da Câmara na cabeça.

Muito exaltado, o homem ainda destruiu mobiliário e equipamentos, enquanto ameaçava de morte os autarcas.

Quando a PSP compareceu no edifício Pirâmide onde decorria a reunião, o indivíduo já se encontrava fora da sala de reuniões, acabando por ser detido e conduzido à esquadra da PSP de Abrantes.

A PSP recolheu depoimentos dos intervenientes e testemunhas das agressões e a gravação da sessão em vídeo que estava a ser transmitida pelo Facebook do município de Abrantes.

O Mais Ribatejo apurou junto da PSP que Jorge Ferreira Dias encontra-se detido na esquadra, devendo ser presente, no prazo de 48 horas, à autoridade judicial que irá determinar as medidas de coação.

Recorde-se que o ex-empresário mantém há anos um diferendo com a Câmara de Abrantes. O antigo empresário realizou ao longo dos anos sucessivas ações de protesto contra a autarquia. Fez reclamações no livro amarelo, foi a reuniões de Câmara, Assembleias Municipais, protestou com burros à porta da Câmara, deixou crescer a barba, barrou o caminho no dia da inauguração da nova ETAR dos Carochos e tentou numa reunião de câmara, levantar a mesa, tendo arrancado um pedaço de barba e ameaçado os membros do executivo.

Há um ano, a Câmara Municipal de Abrantes foi notificada da sua absolvição no processo n.º 842/13.7BELRA, intentado pela empresa “Construções Jorge Ferreira Dias” que correu trâmites no Tribunal Administrativo e Fiscal de Leiria.

Neste processo que Jorge Ferreira Dias interpôs contra a Câmara Municipal de Abrantes, o empresário pedia 6 milhões de euros de indemnização.Na orogem deste conflito,  esteve uma ação interposta pela Câmara Municipal de Abrantes, em 2009, onde acusou a empresa Construções Jorge Ferreira & Dias, Lda de se ter apropriado de uma parcela de terreno no Olival do Barata, na Encosta Norte da cidade, e que o ex-empresário considera ser a causa da sua desgraça, passando da expansão à insolvência, arrastando empresas e clientes.

6 Comments

  1. […] O Município de Abrantes confirmou em comunicado que hoje de manhã, no decorrer da reunião de Câmara Municipal, Jorge Ferreira Dias, munido de um pau com gancho de ferro, entrou ilegalmente no edifício onde decorria a sessão, proferiu várias ameaças verbais aos presentes e agrediu fisicamente o presidente, o vice-Presidente e uma trabalhadora do Município. […]

Leave a Reply