Ministra da Coesão Territorial lançou primeira pedra do parque empresarial do Entroncamento

Em Região

A ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, visitou no dia 23 de dezembro o concelho do Entroncamento onde, em conjunto com o presidente da Câmara Municipal, Jorge Faria, lançou a primeira pedra do novo Parque Empresarial do Entroncamento e visitou outras obras em curso no concelho.

Na visita às obras em curso no concelho do Entroncamento, a ministra foi acompanhada pelo presidente da Câmara Municipal e o presidente da Assembleia Municipal, entre outros convidados. Visitaram as empreitadas de Requalificação do Espaço Público – Rua Eng.º Ferreira de Mesquita, Travessa do Cais, Rua 1º de Maio e Praça das Tílias e de Requalificação Urbana no Espaço Público do Bairro Camões – ARU 1 – Bairros Ferroviários”, projetos financiados por fundos comunitários que representam um investimento de mais de 1.7 milhões de euros.

Relativamente à requalificação do espaço público foi possível verificar o curso das obras na Rua Eng. Ferreira de Mesquita, que o município está fortemente empenhado em revitalizar, assim como a Travessa do Cais, a Rua 1.º de Maio e Praça das Tílias, que vai ganhar espaços verdes, equipados com mobiliário urbano e que permitirá aos munícipes usufruir de um novo espaço público.

Foram visitadas as obras de requalificação do Bairro de Camões, onde estão a ser remodeladas as infraestruturas, arruamentos, passeios e acessibilidades e que decorre em paralelo com a reabilitação das 32 habitações, a ser feita por investidores privados.

No novo Parque Empresarial do Entroncamento, foi lançada a primeira pedra da obra, tendo-se juntado à comitiva o presidente da NERSANT, Domingos Chambel.

O futuro Parque Empresarial possibilitará a fixação de empresas, promovendo a atratividade económica no concelho.

Localizado no Casal Vidigal, freguesia de Nossa Senhora de Fátima, tem cerca de 20 hectares (150 mil metros quadrados de área útil), é composto por 14 lotes e representa um investimento de 1.663.000,00 €. O espaço permitirá a fixação de mais empresas, prevendo-se a criação de 400 novos postos de trabalho. A conclusão do parque está prevista para julho de 2021, 1/3 da área total do Parque Empresarial já se encontra concessionado.

A ministra da Coesão Territorial referiu “a importância da estratégia definida pelo Município do Entroncamento em valorizar o seu património, com aposta na sua reabilitação urbana”, acrescentou ainda que “é notório o trabalho desenvolvido pelo município na captação de financiamento comunitário, muitas vezes mais do que municípios de maior dimensão e sobretudo a capacidade de executar esses investimentos.”

Jorge Faria, presidente da Câmara Municipal, afirma que “o Entroncamento beneficia de excelentes acessos rodoviários e ferroviários a todo o território nacional e internacional e de uma centralidade única no país, a par dessa centralidade, este executivo tem procurado criar as melhores condições para a fixação de empresas no Entroncamento, de forma atrair investimento, não só para este concelho mas para a região do Médio Tejo.”

Leave a Reply

Recentes de Região

Ir para Início
%d bloggers like this: