CP mantém 100% da oferta de comboios urbanos, regionais e inter-regionais

Em Nacional

A CP vai manter a 100% a sua oferta de comboios urbanos, regionais e inter-regionais, com alterações nos Alfa Pendular, na sequência do novo período de confinamento e atendendo às suas especificidades, foi hoje anunciado.

A CP – Comboios de Portugal disse à Lusa que nos, comboios Intercidades, irá manter-se a oferta em vigor durante os dias da semana, sendo que vão existir algumas alterações nos dias de fim de semana.

Já os comboios Alfa Pendular vão ter alterações na sua oferta diária, sendo que os detalhes das alterações vão ser brevemente divulgados nos canais de comunicação da CP, nomeadamente, no site oficial.

De acordo com fonte da CP, este novo plano de oferta entra em vigor às 00:00 do próximo sábado e deverá manter-se durante o próximo mês, podendo, “em função de alterações significativas às atuais regras de confinamento, ser reavaliado”.

O comboio Celta manterá a atual oferta, ou seja, uma circulação diária por sentido, enquanto nos comboios de Longo Curso, estão suspensas algumas circulações de comboios Alfa Pendular.

Atualmente, e desde o mês de maio de 2020, a CP está a realizar a sua oferta de comboios a 100% por cento nos serviços Urbanos, Regionais e Inter-regionais, especificou a fonte.

Segundo a CP, no âmbito do Plano de Contingência COVID, a empresa mantém todas as ações de higienização e desinfeção dos seus comboios e instalações.

“Entre os dias 17 de março de 2020 e 31 de dezembro de 2020 foram desinfetados 221.941 veículos ferroviários (entre automotoras, carruagens e locomotivas), numa media diária superior a 765 veículos/dia”, esclareceu.

Desde o primeiro confinamento, entre março e abril de 2020, os transportes públicos viram reduzida a sua lotação em 1/3 para evitar acumulação de pessoas e para permitir o distanciamento social, além da obrigatoriedade de uso de máscaras.

Os autocarros têm uma cabine para o condutor e dispensadores de gel desinfetante, enquanto os táxis e TVDE foram aconselhados a ter uma divisória entre o condutor e a retaguarda onde se desloca os passageiros, não sendo permitido o transporte no banco da frente.

As novas medidas tomadas pelo Conselho de Ministros para controlar a pandemia de covid-19, entre as quais o dever de recolhimento domiciliário, entram em vigor às 00:00 de sexta-feira e vão permanecer até às 23:59 de 30 de janeiro, tendo como grande exceção ao primeiro confinamento o facto de as escolas permanecerem abertas em todos os graus de ensino.

Leave a Reply