Santarém: Cidade amiga do desporto…Virtual?

Em Opinião

Santarém, em termos desportivos, tornou-se o orgulho de todos os escalabitanos, diria até de todos os ribatejanos. É a pura verdade. Todos devíamos estar, além de orgulhosos, agradecidos à Câmara Municipal, pela obtenção de tão importante galardão.

 Santarém é uma cidade amiga do desporto!

 Ninguém dá por isso, mas parece que é. Pelo menos aos olhos de uma associação contratada pela Câmara para fazer uma auditoria a alguns recintos desportivos visando, em especial a segurança e as boas práticas na área do desporto.

Os recintos desportivos cumprem as normas de segurança estabelecidas? Parece que não se sabe, mas não tem havido grandes aleijões nem acidentes graves que inviabilizem a atribuição deste “importante” galardão. O júbilo que causou no executivo e seus apoiantes, e a mediática cerimónia de apresentação que teve lugar no Convento de S. Francisco, deram para ver como os edis ficaram orgulhosos e felizes. É tão bom receber prémios. E o jeito que fazem…

Resta saber por quanto foi comprado este prémio…”Nada disso. Que é apenas o corolário do grande empenhamento do executivo na causa desportiva no Concelho!” Tá-se mesmo a ver!

Pelo relatório elaborado pela tal associação e entregue à Câmara, parece que houve apenas visitas a dois recintos desportivos do Concelho, onde foram detetadas algumas falhas de segurança. Mas o galardão foi, na mesma, atribuído, não fosse esse o objetivo propagandístico deste teatro. Em relação à situação das dezenas de outros recintos desportivos do Concelho nada se soube.

A Câmara tem tratado a prática desportiva e o desporto em geral, de modo casuístico e sem qualquer plano de ação ou de criação de novas estruturas desportivas de que a cidade tanto carece.

Provincianismo e pacovice!

Como se compreende que um dos concelhos, desportivamente mais retrógrados e carentes de infraestruturas, seja “galardoado” com a pomposa designação de “Concelho Amigo do Desporto”? Só pode ser gozo. E a ostentação daquilo é o quê?

Com um único clube de futebol que representa o concelho nos campeonatos nacionais (Campeonato de Portugal), mas que, na prática, é ostracizado pela Câmara comparativamente com o que acontece noutros municípios, sem campos de treino nem estádio; com jovens que não têm onde treinar ao ar livre e que, para isso, muitos têm que se deslocar para fora do concelho; com um campo sintético de futebol utilizado por centenas de crianças e jovens, mas que não tem balneários, ou bancadas, nem resguardos para acompanhantes e familiares; sem uma pista de atletismo (o único concelho do distrito com essa falta). É isto um Concelho amigo do desporto?

Também a Casa do Benfica, uma das históricas instituições que mais tem feito pelo desporto em Santarém, caso se concretize o projeto prometido, irá definitivamente ficar com o nome ligado ao maior atentado urbanístico e social, em nome de uma causa pseudodesportiva, que é apenas a confirmação da falta de consideração pela história da cidade e pelos seus munícipes.

Muito se esforça este executivo para, do nada feito, retirar imagens e notícias que empolgam o seu ego provinciano e pacóvio. Vale-lhe uma imprensa local bajuladora e subserviente, que vai sustentando estas mentiras, incapaz de colocar em primeiro lugar, os interesses da terra, analisando imparcialmente e com espírito crítico, o que por cá se passa. No desporto e em tudo o resto.

Última hora: Incentivos à aquisição de Play Stations

Dizem as línguas mal informadas, que o desporto virtual vai ser a grande aposta deste executivo. Que vai criar incentivos à aquisição de Play Stations por parte dos jovens. Isso sim. Seria uma grande iniciativa. Sai mais barato e também dá votos. Os outros concelhos vão morder-se de inveja. Tomem!

Manuel Rezinga

15 de janeiro de 2021

Leave a Reply