Chamusca – Prisão preventiva por violência doméstica e posse de arma proibida

Em Sociedade

Militares do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) da GNR de Santarém detiveram, ontem, dia 10 de fevereiro, um homem de 38 anos por violência doméstica e posse de arma proibida, no concelho da Chamusca.

No âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito agredia física e psicologicamente a vítima, sua ex-companheira de 36 anos, com quem manteve uma relação de 19 anos.

No seguimento das diligências policiais, foi possível apurar-se ainda que o agressor ameaçava a vítima, bem como os seus filhos em comum, exibindo-lhes munições e publicando fotografias das mesmas nas redes sociais, conduta que culminou com o cumprimento de um mandado de detenção e com a realização de uma busca domiciliária.

No decorrer da ação, foram apreendidas 35 munições de calibre .22; cinco cartuchos de calibre 12; três munições de calibre 7.92 mm; um cartucho de calibre 9 mm; um bastão extensível; um sabre; e 96 gramas de pólvora.

O detido, com antecedentes criminais por furtos e por violência doméstica, foi presente hoje, dia 11 de fevereiro, ao Tribunal Judicial de Santarém, tendo ficado sujeito a prisão preventiva.

Leave a Reply

Recentes de Sociedade

Ir para Início
%d bloggers like this: