Rodrigo Leão, Erva Daninha, homenagem a Pedro Barroso e Teatro Maior de Idade -Teatro Virgínia vai transmitir espetáculos do último trimestre de 2020

Em Ribatejo Cool

Nas próximas semanas, o Teatro Virgínia vai transmitir online, no seu canal de YouTube (www.youtube.com/TeatroVirginia) um conjunto de espetáculos gravados no âmbito da programação que decorreu entre setembro e dezembro 2020. Serão eles a performance Por Um Fio (Erva Daninha), o concerto de homenagem a Pedro Barroso, a peça de teatro A Cantora Careca e o concerto Método, de Rodrigo Leão, realizado no âmbito do Misty Fest.

No dia 12 de março, a partir das 21h30, todos os interessados poderão assistir ao espetáculo de novo circo Por Um Fio, da companhia Erva Daninha. Através de um espetáculo de circo, dois intérpretes utilizam a acrobacia aérea como técnica para procurarem continuamente o equilíbrio entre dois corpos, usando uma corda solta com duas pontas a 7 metros de altura. De acordo com a sinopse do espetáculo: «Esta corda, este fio impermanente e inconstante, altera a perceção do espectador sobre os corpos em cena. Partimos desta corda que enforca a necessidade de algo mais do que uma simples conexão. Dependemos desta ligação, desta corda que nos suspende e que nos prende. Que nos amarra, mas nos segura. Qualquer ação desencadeia uma consequência no estado do outro, e é esta dependência que nos obriga a confiar no outro. Com este espetáculo pretendemos repensar as potencialidades que podem surgir de algo tão simples, humano e volátil. O valor da confiança e a importância da nossa presença no momento presente através desta vertiginosa dança aérea entre dois corpos. A que distância é possível estar junto, hoje? O que nos une em relação ao outro? Será que na nossa sociedade fragmentada e individualista é ainda possível criar espaços comuns? Quais são os limites contemporâneos da empatia humana?»

Na altura em que passa um ano do falecimento de Pedro Barroso, recorda-se a homenagem prestada na data em que completaria 70 anos (28 de novembro) com uma transmissão no dia 19 de março a partir das 21h30 do «Concerto-Festa-Memória» em que participaram vários amigos do artista, interpretando algumas das músicas do cantautor. Com este concerto pretendeu-se também homenagear a coragem deste Trova-Dor, com 50 anos de carreira, de fé visionária, de tenacidade forte e assombrosa, que o levou a recusar, com determinação, «a entrega fácil, (antes) buscando, sempre, alguns dos valores maiores».

No Dia Mundial do Teatro, 27 de março, às 21h30, será transmitida aquela que foi a estreia da peça A Cantora Careca, pelo Teatro Maior de Idade, do projeto Teatro em Formação do Teatro Virgínia. A Cantora Careca é uma obra de Eugéne Ionesco, escrita em 1948, que nega os valores críticos e literários da época traçando o caminho do antiteatro, conduzindo-o, assim, ao sucesso atual de escritor teatral. Ionesco rompe com o seu teatro do absurdo, todo o convencionalismo literário defendendo que a arte tem como objeto fundamental transmitir angústia. Essa angústia pode ser provada através de A Cantora Careca onde a palavra se transforma num fim e não num meio.

A 2 de abril, também às 21h30, é a vez do concerto O Método, de Rodrigo Leão. O músico português define a digressão do álbum O Método como «uma produção onde as influências clássicas e eletrónicas estão mais presentes e são mais exploradas. E onde, pela primeira vez, toco mais piano acústico.» A estética musical dos novos temas gravados em O Método traz novidades para o material mais antigo que faz parte do alinhamento, cuja escolha e adaptação foi feita de acordo com o ambiente geral dos concertos. «Haverá uma sensação de maior unidade e coesão ao longo de todo o concerto, apesar de tocarmos temas que foram compostos há mais de 25 anos», valorizados pelos arranjos «que fomos construindo ao longo deste último ano com a ajuda dos produtores Federico Albanese, João Eleutério e Pedro Oliveira».

Leave a Reply

Recentes de Ribatejo Cool

Ir para Início
%d bloggers like this: