Aquanena apresentou propostas de financiamento ao Plano de Recuperação e Resiliência

Em Empresas

A Aquanena submeteu um documento com um conjunto de propostas de financiamento no âmbito da consulta pública do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) – Recuperar Portugal 2021-2026.

A Empresa Municipal de Águas e Saneamento de Alcanena pretendeu, desta forma, apresentar as suas prioridades de atuação na área ambiental para o concelho de Alcanena e para o País, evidenciado alguns projetos estruturantes que tem em curso no âmbito do seu contrato de gestão delegada dos sistemas de água e saneamento neste concelho.

Um dos principais desafios é a identificação e implementação de uma solução integrada para o Sistema de Saneamento de Alcanena, único no País pela sua complexidade e especificidade devido à elevada componente industrial dos efluentes tratados, provenientes do setor de curtumes. Neste âmbito, a empresa evidenciou o pacote de investimentos previstos para todo o sistema, estimados na ordem dos 10,3 milhões de euros, e que estão contidos no Plano Estratégico para o Sistema de Alcanena, em fase final de preparação.

O Plano Estratégico visa responder aos seguintes objetivos estratégicos: 

– Satisfação dos limites de rejeição do efluente final tratado na ETAR de Alcanena

– Controlo de sulfuretos e odores ofensivos

– Controlo de afluências indevidas ao sistema

Neste âmbito do saneamento, surge ainda a necessidade de investir na gestão do aterro de lamas de Alcanena (em fim de vida útil) e de incrementar o estudo sobre a valorização e a reutilização de resíduos do setor dos curtumes. Neste capítulo, os projetos podem enquadrar-se nas prioridades do PRR para as áreas da Bioeconomia Sustentável e da Inovação.

Por outro lado, na área do Abastecimento de Água para Consumo Humano, a AQUANENA definiu um Plano de Redução de Perdas de Água, para quinquénio de 2019 a 2023, e que tem valores médios de investimento ao ano de 500 mil a 1 milhão de euros. São ainda objetivos estratégicos da empresa dotar o sistema de um parque de contadores com sistema de telemetria (meta de 20% dos contadores até 2023), de continuar as melhorar as boas práticas do Plano de Segurança da Água para Consumo Humano e de implementar ações de sensibilização, informação e educação cívica para o uso eficiente da água.

Numa terceira vertente, a AQUANENA apresentou ao PRR os seus projetos na área na Eficiência Energética, que se enquadram nas prioridades deste plano, que estão ligadas às áreas de Infraestruturas e ainda de Descarbonização da Indústria. Como entidade com alto consumo de energia, sobretudo no âmbito da operação da ETAR de Alcanena, a AQUANENA tem já em curso melhorias no sistema de monitorização de consumos e pretende reforçar esta área, tendo já prevista a implementação de um projeto de Unidades de Produção de Energia para Auto Consumo (UPAC) em várias instalações da empresa, de forma a diminuir a fatura energética e o impacto proveniente desse consumo.

O documento completo, submetido ao PRR, pode ser consultado no site da Aquanena.

Leave a Reply