Exportações portuguesas para os Estados Unidos da América têm grande potencial de crescimento

Em Empresas

O mercado dos Estados Unidos da América é o maior consumidor e o principal importador do mundo, estando entre os produtos mais importados os vinhos, bens alimentares, maquinaria, moldes metálicos e material e acessórios elétricos. A representatividade de produtos portugueses neste país é ainda residual, existindo, por este motivo, grande potencial de crescimento.

Esta foi uma das conclusões da sessão online organizada pela NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, no passado dia 02 de março, sobre as oportunidades de negócio no mercado dos Estados Unidos da América, e que marcou o arranque de um conjunto de sessões que a associação está a realizar sobre as potencialidades de diversos mercados estrangeiros para as empresas da região.

Na sessão, foi apresentado detalhadamente o mercado americano, tendo ficado clara a dimensão do país: os EUA são a economia líder mundial, com mais de 330 milhões de consumidores e com um rendimento per capita superior a 50.000€/mês. Para além de ser o maior consumidor a nível mundial, os EUA posicionam-se também como o principal importador, pelo que este mercado continua a apresentar grandes potencialidades para as empresas portuguesas.

Uma das vantagens das empresas portuguesas face ao mercado americano, é a grande comunidade lusófona existente, o que faz com que este mercado, embora distante, seja bastante próximo na possibilidade de contacto e entrada. Encontramos hoje nos Estados Unidos da América uma comunidade não só de consumidores de produtos portugueses, mas também um tecido empresarial com ligações a Portugal que podem ser determinantes nos processos de entrada e distribuição dos produtos e serviços nacionais.

A sessão de apresentação sobre os EUA elencou ainda alguns setores-chave onde se evidenciam as oportunidades de negócio para este mercado. São eles o setor do vinho – o país importa 60,9% deste produto, tendo como fornecedores principais França (34,7% ) e Itália (30,2%,), representando Portugal menos de 2% das importações deste vinho para o país – mas também bens alimentares, maquinaria, moldes metálicos e material e acessórios elétricos.

A NERSANT facultou ainda algumas dicas sobre como fazer uma correta abordagem ao mercado, tendo as empresas participantes sido aconselhadas a fazer o máximo de contactos possível, a participar em ações sobre o mercado e a visitar pessoalmente o país, quando a pandemia assim o permitir.

Ação de prospeção online ao mercados dos EUA já em maio

As empresas interessadas em explorar o potencial do mercado dos EUA, podem contar com apoio da NERSANT para o fazer. A associação empresarial deu a conhecer no webinar a ação de prospeção online que tem em calendário para o mercado dos Estados Unidos da América e que se vai realizar entre os dias 10 e 14 de maio.

No evento, a NERSANT vai colocar em contacto direto, via digital, empresas da região e compradores, importadores e distribuidores americanos. À associação cabe a identificação e contacto direto empresas importadoras e distribuidoras americanas, de acordo com os interesses das empresas portuguesas, bem como o acompanhamento de reuniões online e follow-up dos contactos realizados, sendo o objetivo a concretização de parcerias e negócios entre os dois países.

As ações de internacionalização – realizadas através de videoconferência –, para além de uma tendência, são uma ótima forma de iniciar a prospeção de negócios nos mercados: evitam-se custos com voos, deslocações e refeições, poupando-se tempo e dinheiro (em muitos casos, dependendo do mercado, a poupança chega a milhares de euros). No caso concreto dos EUA, é possível abordar potenciais clientes em diferentes locais, o que numa missão tradicional não seria possível.

A missão empresarial aos EUA é uma ação do projeto Negócios no Mundo, podendo as empresas participantes contar com financiamento de 50% das despesas elegíveis através do COMPETE / PT2020.

As empresas interessadas em participar ou em saber mais informações sobre a ação podem contactar o Departamento de Apoio Técnico, Inovação e Competitividade da associação através dos contactos negociosnomundo@nersant.pt ou 249 839 500.

Leave a Reply