Fábrica de produtos químicos em Alcanena destruída em incêndio

Em Sociedade

O incêndio numa fábrica de produtos químicos, em Moitas Vendas, Alcanena, que ficou completamente destruída, foi dado como extinto às 22:20 de quinta-feira.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro de Santarém, o incêndio deflagrou às 17:36 de quinta-feira, tendo tomado por completo a unidade fabril, não havendo registo de qualquer vítima.

O incêndio foi combatido por 76 bombeiros apoiados por 26 viaturas, adiantou.

O vereador da Câmara de Alcanena Hugo Santarém disse à Lusa que o incêndio terá tido origem numa ignição acidental junto a uma barrica, tendo a propagação das chamas sido “muito rápida”.

Segundo o autarca, a empresa acionou de imediato os mecanismos de emergência existentes na unidade, sem, contudo, conseguir controlar as chamas, dada a sua rápida propagação.

Os 14 funcionários da unidade abandonaram as instalações, tendo ainda conseguido retirar algumas viaturas, mas não todas, adiantou.

Hugo Santarém afirmou que a fábrica da Prodyalca, que se dedica à conceção e desenvolvimento, fabricação e comercialização de produtos químicos, é uma unidade moderna, que venceu em 2020 o prémio PME Líder e que “é uma referência no mercado”.

A unidade, que ficou completamente destruída, “tinha todos os mecanismos” para evitar um eventual problema ambiental, nomeadamente tanques de contenção, disse, adiantando que o combate realizado pelos bombeiros teve em conta o tipo de materiais existentes na unidade.

O autarca realçou que as corporações estão treinadas neste tipo de intervenção, tendo em conta as indústrias existentes na zona.

2 Comments

  1. […] Segundo a autarca, “o SEPNA/GNR veio à ETAR e falou com os técnicos da ETAR, mas não encontrou evidências e comprovou com análises” que a Aquanena era a origem do foco. Aliás, “foram também à nascente do rio, nos Olhos d’Água a verificaram que já ali, muito antes da ETAR, o rio estava cheio de espuma, o que poderia ter origem no incêndio da fábrica de produtos químicos da Prodyalca que tinha acontecido no dia anterior, a 4 d…“. […]

Leave a Reply

Recentes de Sociedade

Ir para Início
%d bloggers like this: