PJ deteve proprietária de casa de acolhimento ilegal em Riachos

Em Sociedade

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Leiria, deteve hoje, uma mulher de 41 anos de idade, proprietária de uma casa de acolhimento para idosos, ilegal, suspeita da prática de dois crimes de maus tratos agravados pelo resultado morte, um crime de profanação de cadáver e dois crimes de maus tratos, ocorridos em Riachos, concelho de Torres Novas, ao longo dos últimos meses.

Segundo o comunicado da PJ, a arguida arrendou uma casa que adaptou para casa de acolhimento, onde acolhia quatro idosas, cobrando uma mensalidade fixa, comprometendo-se a prestar os cuidados devidos às mesmas.

Foi apurado pela Judiciária que na sequência de maus tratos infligidos, duas das idosas vieram a falecer, sendo que o cadáver de uma delas foi ocultado por tempo ainda indeterminado, sem que a arguida comunicasse a morte ocorrida às autoridades competentes ou a familiares.

A detida irá ser presente às autoridades judiciárias competentes, para a aplicação das medidas de coação tidas por necessárias.

1 Comment

Leave a Reply