fbpx

No pico da pandemia – Centro Hospitalar do Médio Tejo teve 7 enfermarias covid com 170 doentes internados

Em Saúde

“No pior momento da pandemia, o CHMT teve sete enfermarias com 170 doentes covid internados e não se sabia quando iriam parar de chegar novos doentes”, recorda Carlos Andrade, presidente do CHMT – Centro Hospitalar do Médio Tejo, sublinhando que o CHMT foi o hospital que mais doentes recebeu sem ser um hospital de fim de linha.

“Preparámo-nos sem saber que vinha aí uma pandemia”, afirma o presidente do CA do CHMT, numa conferência de imprensa com os jornalistas da região.

Carlos Andrade sublinha o grande reforço de recursos humanos e meios técnicos que tinha sido feito nos últimos 3 a 4 anos e que incluiu o reforço da capacidade da unidade de cuidados intensivos.

Presidente do conselho de administração do CHMT Carlos Andrade em conferência de imprensa online com os jornalistas da região

Serviço de Patologia fez 115 mil testes covid

De salientar o trabalho do Serviço de Patologia Clínica do CHMT que até à data o Serviço de Patologia já realizou mais de 115 mil testes ao SARS-Cov-2, distribuídos por várias áreas geográficas para além da área de influência do CHMT, nomeadamente Setúbal, Almada Seixal, Cascais, Loures, toda a zona do Oeste, alguma área do Alentejo e todo o distrito de Santarém.

O Serviço de Patologia do CHMT está a desenvolver um trabalho laboratorial de identificação das novas estirpes, com o objetivo de proporcionar uma melhor abordagem clínica aos doentes covid-19.

“”A capacidade de identificarmos as novas estirpes do vírus é imperiosa e até há pouco tempo essa capacidade apenas existia no Instituto Ricardo Jorge, tendo o CHMT o único hospital que criou essa capacidade de identificar as novas estirpes”, salienta Carlos Andrade.

“Em breve vamos ter também a capacidade de identificar a estirpe californiana e, nessa altura, iremos ser capazes de identificar praticamente todas as estirpes”, adianta.

CHMT contratou 150 novos profissionais em 2020

Em 2020 o CHMT recrutou 150 novos profissionais, entre os quais 17 técnicos para o Serviço de Patologia Clínica. Um esforço que o presidente do CA do CHMT pretende manter. “Pretendemos continuar a absorver novos profissionais, o reforço dos meios humanos é para continuar”, afirma carlos Andrade.

1 Comment

  1. […] Num encontro online com os jornalistas da região, o presidente do CA do CHMT disse que a passada segunda-feira, 1 de março, marcou o retorno à estrutura assistencial normal do Centro Hospitalar do Médio Tejo e esta sexta-feira, ficou concluído o processo de retorno à nova normalidade, após um ano sob a égide da pandemia”. […]

Publique o seu comentário

Recentes de Saúde

Ir para Início
%d bloggers like this: