Presidente do CHMT: “Vamos ter um novo tipo de doentes, com sequelas da covid”

Em Saúde

“Vamos ter de continuar a manter circuitos covid e não covid”, declara o presidente do CHMT – Centro Hospitalar do Médio Tejo, Carlos Andrade.

Há que considerar o impacto futuro na saúde das pessoas que tiveram covid. “Vamos ter um novo tipo de doentes, em número muito alto, com novos problemas de saúde, com sequelas graves da Covid”, referiu Carlos Andrade na conferência de imprensa online com os jornalistas da região.

“Os hospitais vão ter de se organizar para as sequelas da covid, em alguns casos sequelas muito graves”, adianta. “Os hospitais já estão a trabalhar nisso, acompanhando doentes que 3 ou 4 meses depois de terem estado doentes com a covid, evidenciam um quadro clínico a exigir cuidados diferenciados, em áreas como a cardiologia, pneumonologia, neurologia, medicina de reabilitação, e que vão ter uma sobrecarga de doentes, de todas as idades, com sequelas da covid. Vamos ter uma nova linha de doentes a exigir cuidados e que vão trazer novos desafios aos hospitais nos próximos tempos”, declara Carlos Andrade no encontro online com os jornalistas.

“Depois da pandemia, vamos ficar repletos de doentes com sequelas da covid, vamos ter de começar a trabalhar para as necessidades assistenciais desses doentes”, afirma o presidente do CA do CHMT.

Leave a Reply

Recentes de Saúde

Ir para Início
%d bloggers like this: