Crianças do Jardim de Infância Sophia de Mello Breyner iniciaram hoje atividades letivas nos novos espaços

Em Educação/Região

As crianças do Jardim de Infância Sophia de Mello Breyner Andresen no Entroncamento iniciaram hoje, dia 22 de março, as atividades letivas nos espaços físicos de acolhimento com toda a normalidade, segundo uma nota de imprensa da Câmara do Entroncamento. recorde-se que a Câmara do Entroncamento decidiu encerrar na sexta-feira passada este jardim-de-infância por falta de condições de segurança.

Transferidas do antigo edifício encerrado na sexta-feira por falta de segurança, as crianças retomaram as atividades letivas esta segunda-feira. Foto: CM Entroncamento

O presidente da Câmara Municipal, Jorge Faria e a vereadora da Educação Tília Nunes, visitaram esta segunda-feira algumas salas, para se inteirarem da forma como decorreu esta mudança, operacionalizada num curto espaço de tempo.

Jorge Faria manifestou o seu contentamento pela normalidade com que as atividades já se desenrolaram hoje, reiterando que “tudo foi pensado de forma a minimizar o impacto nas rotinas das crianças, uma vez que continuam a ser acompanhadas pelas mesmas Educadoras de Infância e Assistentes Operacionais, assim como continuam a usufruir de todos os recursos e materiais didáticos imprescindíveis ao normal processo de aprendizagem.”

O Jardim de Infância Sophia de Mello Breyner foi construído em 2007, e desde o início que apresentou falhas de construção. Agora encerrado, as crianças foram transferidas para outras salas na cidade. Foto: CM Entroncamento

O Jardim de Infância Sophia de Mello Breyner Andresen (JISMBA) é um estabelecimento de ensino pré-escolar, cujo processo de conceção, projeto e construção decorreu entre 2005 e 2007.

O presidente da Câmara e a vereadora da educação confirmaram que as crianças retomaram as atividades com toda a normalidade, feita a sua transferência num curto prazo. Foto: CM Entroncamento

Recorde-se que, desde o início da sua entrada em funcionamento, esta infraestrutura tem apresentado diversas patologias e deficiências estruturais que se foram agravando, o que levou o Município do Entroncamento a solicitar uma avaliação estrutural deste edifício ao Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) em outubro de 2018.

Leave a Reply

Recentes de Educação

Ir para Início
%d bloggers like this: