10 conselhos antes de comprar casa em segunda mão em Lisboa

Em Empresas

Quer comprar uma casa em segunda mão em Lisboa? Este artigo é para si. Não, não lhe vamos vender sonhos em forma de um T1 minúsculo com um “quartinho”, uma “salinha” e “vista desafogada” para um tapume das obras.

Se vai comprar uma casa em segunda mão na capital, será importante considerar alguns aspetos antes de avançar para o negócio. Há muito para pensar, mas, a pensar em si, reduzimos a lista para 10 conselhos antes de comprar casa.

10 Dicas a ter em conta antes de comprar casa usada

1.   Analise o mercado

Ainda não é liquido o que vai acontecer ao mercado imobiliário em Lisboa pós-pandemia da Covid-19. Os preços continuam a aumentar após o “choque pandémico”, mas, segundo o Banco de Portugal, a um ritmo mais lento do que em anos anteriores. O fim das moratórias no crédito e as perdas no setor do Alojamento Local – à volta de 70% no segundo trimestre de 2020 – podem empurrar imóveis para o mercado e fazer com que os preços baixem. Prevê-se uma correção dos preços no imobiliário.

2.   As suas finanças

Analise as suas finanças. Para além do investimento na compra – seja a pronto pagamento ou com recurso a crédito – há que considerar, no caso de casas em segunda mão, que podem também ser necessárias obras de remodelação ou manutenção da mesma.

A somar a todos os custos do investimento deve ter em conta o valor do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), bem como todos os outros custos mensais – como a conta da água, energia, seguros, etc. Lembre-se: a sua taxa de esforço não deve ser superior a 30%.

3.   Escolher um crédito

Se não vai adquirir a casa a pronto pagamento, pode pedir um empréstimo. Atualmente, os bancos exigem algum capital de entrada – nunca menos de 10% – mas as taxas de juro têm estado próximas do zero. Um cenário que pode mudar. Mantenha-se atento e informado.

4.   Localização

Há quem prefira escolher a casa pelo espaço em si, mas há também quem comece a lista de escolhas a partir da localização pretendida. Que espaço quer? Um T3 com um escritório já a pensar no teletrabalho e em aumentar a prole? E que zona de Lisboa prefere? Gosta do centro histórico ou prefere um bairro mais periférico, mas com bons acessos a nível de transportes públicos? Compare as casas da sua shortlist a nível de transportes, comércio e serviços. 

5.   Documentos

Antes de fazer uma proposta para a aquisição de um imóvel veja e reveja todos os documentos do mesmo. Veja se este tem ónus, como penhoras ou hipotecas. Pode consultar a documentação na Conservatória do Registo Predial. Veja ainda junto da Autoridade Tributária se a casa tem o respetivo IMI pago. Verifique se as mensalidades do condomínio estão em dia.

6.   Certificado energético

Para uma casa estar à venda tem que ter o certificado energético emitido. Exija-o. Este é um documento que indica todos os gastos energéticos da casa e sugere várias melhorias que pode fazer para a tornar mais eficiente do ponto de vista energético.

7.   Estado da casa

Verifique as instalações de água, gás natural e eletricidade, bem como todas as ligações e equipamentos. Se precisar de contratar um canalizador em Lisboa ou para qualquer outra reparação – pintura, carpintaria, eletricidade, etc – consulte a empresa de reparações domésticas Fixador. Veja também o estado do prédio em geral, para não ter surpresas desagradáveis. Saiba o que vai comprar.

8.   Investimento

Quer adquirir um imóvel para rendimento? Pense no fim a que o produto se destina, pois, este pode ser rentabilizado de várias formas: quer em regime de arrendamento ou para venda.

9.   Orientação solar

A luz solar é das características mais marcantes e procuradas numa casa. As casas viradas a sul têm mais luz e estão mais protegidas do vento norte característico de Lisboa. Uma coisa já sabe: a luz de Lisboa é única!

10.                 Compre a particulares

É possível negociar diretamente com particulares a preços mais acessíveis. Fale com amigos, pode ser que alguém tenha um negócio de ocasião.

1 Comment

Leave a Reply