Hospital de Santarém sensibiliza a população no Dia Nacional do Doente com AVC

Em Saúde

“Tempo é cérebro!” O alerta é de Manuela Grego, médica da Consulta de Doenças Cerebrovasculares do Hospital Distrital de Santarém (HDS), e surge no âmbito do Dia Nacional do Doente com AVC, remetendo para a importância de agir rapidamente, perante a suspeita de acidente vascular cerebral (AVC), de modo a ter acesso ao tratamento indicado o mais precocemente possível.

Num vídeo de sensibilização para a temática (https://www.youtube.com/watch?v=KXD3SiYMwCc&t=24s), que conta com a participação de quatro médicas do HDS, é deixado o apelo: em caso de suspeita de AVC deve ser contactado de imediato o 112.

Médicas do HDS fazem o apelo: em caso de suspeita de AVC deve ser contactado de imediato o 112.

O AVC é uma doença de início súbito caracterizada pela interrupção do fornecimento de sangue ao cérebro, que pode ser causado por bloqueio ou rompimento de uma artéria. Esta patologia pode classificar-se de duas formas: AVC Isquémico, se existir bloqueio de uma artéria cerebral, ou AVC hemorrágico, tipo menos frequente, se existir rompimento da artéria com derrame de sangue no tecido cerebral.

Para identificar um AVC devemos ter em conta os “3 F’s”: Desvio da face; Falta de força num braço; Dificuldade em falar. Mas há outros sinais que podem estar associados, como ter uma dificuldade súbita em mexer um braço, uma perna ou ambos de um lado do corpo, uma falha repentina na visão, a diminuição da sensibilidade ou “formigueiro” num dos membros, a dificuldade em caminhar ou entender as pessoas à sua volta, bem como dores de cabeças fortes.

Leave a Reply