Município de Azambuja assinala o “Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância”

Em Sociedade

O Município de Azambuja, através da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, associa-se à Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens, na dinamização do “Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância”, que decorre durante o mês de abril.

O objetivo principal desta iniciativa é dar visibilidade à prevenção e combate contra os maus tratos na infância, bem como, alertar e sensibilizar todas as pessoas. A campanha a decorrer tem o lema “Serei o que me deres… que seja AMOR”.

Para assinalar esta campanha, convidamos toda a população a juntar-se a esta iniciativa, para elaborar sozinhos ou em família, um laço de cor azul. Pode colocá-lo num local bem visível, como numa janela ou numa varanda e enviar para o Facebook do Município de Azambuja.

A Câmara Municipal de Azambuja vai aceitar o desafio e iluminar de azul o edifício do Posto de Turismo de Azambuja e a chaminé localizada no Jardim Urbano – Dr. Joaquim A. Ramos, durante o mês de abril.

A Campanha do Laço Azul começou nos Estados Unidos da América (EUA), em 1989, quando uma avó amarrou uma fita azul à antena do seu carro. O objetivo seria que as pessoas se questionassem sobre este símbolo. Assim, teve a oportunidade para explicar que este laço simbolizava os maus tratos aos seus netos, que no caso do seu neto resultaram em morte. E porquê azul? Porque apesar do azul ser uma cor bonita, Bonnie Finney não queria esquecer os corpos batidos e cheios de nódoas negras dos seus dois netos. O azul servir-lhe-ia como um lembrete constante para a sua luta na proteção das crianças contra os maus-tratos.

Leave a Reply