Vídeo – Carlos Ferreira, diretor do ACES Lezíria: Começou testagem gratuita em Rio Maior, Vacinação avança para população entre os 50 e os 79 anos

Em Saúde/Vídeos
https://youtu.be/AwYZvV0uqWc

Carlos Ferreira, diretor executivo do Agrupamento de Centros de Saúde da Lezíria, fala ao Mais Ribatejo do combate à pandemia nos 9 concelhos da região: Almeirim, Alpiarça, Cartaxo, Chamusca, Coruche, Golegã, Rio Maior, Salvaterra de Magos e Santarém.

Sendo o concelho de Rio Maior o mais preocupante, começou hoje a ser feita a testagem gratuita da população deste concelho. O aumento de número de casos, agravado no passado dia 23 de março com o aparecimento de um surto numa unidade fabril, com 40 pessoas infetadas, fez elevar o risco no concelho, já que este apresenta mais de 240 casos por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias. Daí a testagem gratuita da população, para identificar possíveis cadeias de contágio. Os interessados devem dirigir-se ao Centro de Testagem da Cruz Vermelha, no Pavilhão Multiusos de Rio Maior, munidos do Cartão de Cidadão, se forem cidadãos portugueses, ou de Título de Residência ou Passaporte se forem cidadãos estrangeiros. O Centro de Testagem vai funcionar das 09:00 às 12:00 horas e das 13:00 às 17:00 horas, não havendo marcações prévias, pelo que a testagem será feita por ordem de chegada.

Segunda fase da vacinação avança com a população entre 50 e 79 anos de idade

Veja a entrevista de Carlos Ferreira, diretor executivo do Agrupamento de Centros de Saúde da Lezíria, e subscreva o canal do Mais Ribatejo no Youtube

O diretor do ACES Lezíria conta-nos nesta entrevista como está a decorrer o processo de vacinação, tendo sido já administradas 42 mil inoculações da vacina, das quais 26 mil são primeiras doses e 16 mil segundas doses da vacina, sendo esta diferença de números justificada com o período exigido entre as duas inoculações da vacina.

O processo começou agora a segunda fase com a vacinação da população entre os 50 e os 79 anos de idade, começando pelos mais velhos e com doenças associadas. Está previsto administrar cerca de 10.000 vacinas esta semana nos 9 concelhos da Lezíria.

Assim, nesta segunda fase de vacinação iniciada esta segunda-feira em todos os concelhos abrangidos pelo ACES Lezíria – Almeirim, Alpiarça, Cartaxo, Chamusca, Coruche, Golegã, Rio Maior, Salvaterra de Magos e Santarém -, começaram a ser chamados os utentes com idades entre os 50 e os 64 anos com comorbilidades, e os que têm entre 65 e 79 anos, com ou sem doenças associadas, sempre que possível a começar pelos mais velhos, dos 79 anos para baixo.

Ainda há 400 pessoas sem contatos nos centros de saúde

Na área do ACES Lezíria, a primeira fase, destinada à população com 80 e mais anos, está praticamente concluída, faltando apenas algumas segundas doses.

Carlos Ferreira lança um apelo para que as pessoas atualizem os seus dados nos centros de saúde, para que possam ser contatados para serem vacinados, tendo em conta que há 400 pessoas neste grupo dos 50 aos 79 anos de idade sem contatos associados.

Mais 4.200 vacinas para a população escolar no próximo fim de semana

Carlos Ferreira fala-nos também do processo de vacinação da população escolar. No fim de semana de 10 e 11 de abril, está prevista a vacinação de 4.200 profissionais da área da educação, mais de 1.200 dos quais serão inoculados no centro de vacinação instalado na Casa do Campino, em Santarém. Um primeiro grupo de 1.600 docentes e funcionários do pré-escolar e do primeiro ciclo foram convocados no fim de semana passado, tendo comparecido cerca de 90%.

Tendo-se iniciado hoje a segunda fase do plano de desconfinamento em Portugal, o responsável do ACES Lezíria recomenda que se mantenham todos os cuidados básicos para prevenir a propagação do vírus, como sejam o uso de máscara, a lavagem frequente das mãos, o distanciamento social e evitar comportamentos de risco. Porque o vírus continua entre nós!

Situação epidemiológica no ACES Lezíria

Pode ser uma imagem de mapa e texto

1 Comment

Leave a Reply

Recentes de Saúde

Ir para Início
%d bloggers like this: