Autárquicas – Consultora Sónia Ferreira é a candidata do PSD à Câmara de Benavente

Em Região

A consultora Sónia Ferreira, licenciada em Relações Internacionais, é a candidata do PSD à Câmara Municipal de Benavente nas eleições autárquicas previstas para este ano, anunciou hoje o partido.

Em comunicado, a concelhia social-democrata afirma que a candidatura de Sónia Ferreira foi aprovada por unanimidade pelas estruturas local, distrital e nacional do partido e que “conta com o apoio de centenas de cidadãos do concelho, militantes do partido e independentes de vários setores da sociedade civil e diferentes ideologias”, protagonizando uma “candidatura abrangente e inclusiva”.

Natural de Benavente, onde reside, Sónia Ferreira “vai formar equipa com pessoas das quatro freguesias: Samora Correia, Benavente, Santo Estêvão e Barrosa”, é acrescentado na nota.

Sónia Ferreira é licenciada em Relações Internacionais pela Universidade Lusíada de Lisboa, com pós-graduação na mesma área.

Foi professora na Escola Profissional de Hotelaria e Turismo de Lisboa e, entre outras funções, foi assessora de imprensa e comunicação em gabinetes ministeriais durante o governo de Pedro Passos Coelho (2011-2015), nomeadamente dos ministros Luís Marques Guedes (Assuntos Parlamentares) e Miguel Poiares Maduro (Desenvolvimento Regional) e do secretário de Estado do Desporto Emídio Guerreiro.

Atualmente, é consultora na FIRSTRULE S.A., uma empresa portuguesa na área das energias renováveis, lê-se na nota.

Sónia Ferreira é vice-presidente da comissão política de secção do PSD de Benavente, tendo sido, entre 2009 e 2017, autarca na Assembleia Municipal de Benavente e vereadora em regime de substituição na Câmara Municipal de Benavente.

O atual executivo municipal é liderado pela CDU, que em 2017 obteve 45,5% dos votos (quatro mandatos), tendo o PS dois eleitos (24,1%) e o PSD um (20,9%), num concelho que tinha então 23.404 eleitores inscritos.

O atual presidente do município, Carlos Coutinho, pode ainda candidatar-se a um terceiro mandato nas eleições que se realizarão em setembro ou outubro deste ano.

Leave a Reply