O que precisa para criar uma cozinha funcional?

Em Ribatejo Cool

Alguns dizem que a cozinha é o coração da casa, afinal, é o lugar onde todas as refeições são preparadas. Então este lugar precisa ser funcional, prático e confortável, não é?

Pensando nisso, decidimos separar algumas dicas e funcionalidades das cozinhas modernas para ajudá-lo no desafio de transformar o seu ambiente. As dicas são válidas tanto para quem vai começar a pensar no espaço do zero como para aqueles que já têm tudo pronto, mas querem ter aquele toque especial das cozinhas modernas gastando pouco.

Em primeiro lugar, é importante saber que uma cozinha funcional é uma que é prática, fácil de organizar, usar e limpar, e, claro, depende do que o seu objetivo é com a sua cozinha.

Quem vive sozinho, passa o dia todo a comer fora e não tem o hábito de cozinhar, uma cozinha funcional pode ser compacta e com poucos armários.

Por outro lado, aqueles que têm uma família grande, com crianças em várias idades, precisam de uma cozinha espaçosa para que seja funcional.

E aqueles que gostam de receber amigos, podem optar por uma cozinha gourmet na varanda, ou uma cozinha integrada, estilo americano, para ganhar espaço.

A pensar nisso, se quer saber como criar uma cozinha funcional independentemente do que precisa, continue a ler este artigo!

1.   Planeie, desenhe, coloque no papel!

Antes de comprar móveis e aparelhos, é necessário ter em conta que a margem de erro é proporcional ao ambiente. Ou seja, 5 cm fazem toda a diferença no pouco espaço. Portanto, o planeamento é o caminho para uma cozinha funcional, bonita e com boa circulação, fugindo de surpresas desagradáveis.

2.   Escolha os eletrodomésticos

Muita gente não sabe, mas os aparelhos devem ser levados em consideração no momento em que planeias a cozinha. É necessário definir em conjunto com os residentes o que querem ter e o que não será necessário. Por exemplo, será fogão ou cooktop? Precisa de uma máquina de lavar loiça? Se já tem os aparelhos: estão em boas condições? Precisa de reparações? Estas decisões interferem diretamente com o projeto.

3.   Divida o ambiente em secções

Pensar no ambiente em segmentos é uma estratégia que traz ganhos de funcionalidade e mobilidade durante as tarefas de culinária. Para isso, uma boa dica é começar com a tríade: fogão — pia — frigorífico.

A pia é a “zona húmida”, onde se realiza a pré-preparação dos alimentos antes da cozedura, a organização das panelas que serão refrigeradas e a limpeza dos pratos após a alimentação. Então é ideal que seja entre o fogão e o frigorífico.

Então olhe para a área da bancada. É importante ter pelo menos uma base firme e desocupada para apoiar pratos e panelas, e fazer os preparativos. Também organize um espaço para acumular resíduos, utilizando recipientes de cores diferentes para separar os resíduos orgânicos.

Agora que sabe como começar a criar a sua própria cozinha funcional e tirar as ideias do papel, fique atento à saúde dos seus aparelhos, afinal, na cozinha é onde estão a maioria deles!

Se tiver problemas com algum deles, precisa de reparar frigorífico, coifas e exaustores, micro-ondas ou qualquer outro, não pense duas vezes antes de confiar na ReparaçãoSegura. A empresa conta com uma equipa certificada que trabalha com peças originais e, além disso, serve em todo o país resolvendo seu problema em até 48h.

Leave a Reply