Lojas de Cidadão reabrem esta segunda-feira, 19 de abril

Em Sociedade

As Lojas de Cidadão reabrem hoje, 19 de abril, para atendimento presencial mediante marcação prévia. 

Após a aplicação de medidas de contenção do risco de contágio da Covid19, que obrigaram a um novo período de encerramento das Lojas, é agora possível retomar o atendimento presencial na generalidade destes espaços.

Para garantir a segurança de todos, utentes e trabalhadores, foram reforçadas as medidas de segurança já implementadas – sinalética, acrílicos separadores e pontos de desinfeção – e vai dar-se início à testagem periódica de todos os trabalhadores das Lojas de Cidadão sob gestão da AMA.

No período de funcionamento das lojas, entre o primeiro e o segundo confinamento (de 1 de junho a 22 de janeiro), a AMA, entidade gestora das lojas, levou a cabo mais de 1.200 testes de diagnóstico preventivos de surtos Covid-19. A testagem será agora alargada a todos os trabalhadores que exerçam funções no espaço das LC, independentemente do seu empregador.

O contexto atual impõe que os serviços sejam retomados de forma gradual, adotando medidas que garantam a proteção dos trabalhadores e dos utentes, por isso, as Lojas vão abrir apenas para atendimento por pré-agendamento e com regras para a lotação máxima (1 pessoa por cada 20 m2). Mantêm-se também as regras gerais como uso obrigatório de máscara e higienização das mãos em dispensadores de álcool-gel disponibilizados para o efeito.

Para evitar aglomerados nas Lojas, não será ainda possível retomar o atendimento espontâneo, pelo que as pessoas só devem dirigir-se a estes espaços quando tiverem a confirmação do agendamento por parte do serviço que pretendem. Os agendamentos podem ser feitos através das linhas telefónicas dos respetivos serviços, dos centros de contacto do cidadão (300 003 990) e da empresa (300 003 980) ou online no portal ePortugal.

Além das 59 Lojas de Cidadão, existem 749 Espaços Cidadão em todo o país que disponibilizam vários serviços numa lógica de proximidade às populações.

A par destas medidas, continuar-se-á a promover o recurso aos serviços públicos online. Fruto da atual situação, registou-se um aumento exponencial das visitas ao portal ePortugal, que é a porta de entrada para centenas de serviços públicos. Só no mês de março, registaram-se cerca de 260 mil novas adesões à Chave Móvel Digital. São agora mais 2,7 milhões as chaves existentes, das quais cerca de 1,8 milhão estão ativas, tendo sido efetivamente utilizadas para aceder a serviços digitais.

Leave a Reply