O município de Benavente aderiu à iniciativa “Unidos Contra o desperdício”

Em Sociedade
O município de Benavente aderiu à iniciativa “Unidos Contra o desperdício”,  um movimento cívico que pretende chamar a atenção para o aumento do desperdício alimentar, e que procura formas de minorar essa realidade. 

O desperdício alimentar é uma realidade com valores tão elevados que surpreendem e chocam qualquer pessoa: todos os anos um terço da produção alimentar é desperdiçada no mundo, segundo os dados da Organização das Nações Unidas Para a Alimentação e a Agricultura (FAO). 
Esta iniciativa da sociedade civil, que nasceu a 29 de Setembro de 2020 – Dia Mundial de Consciencialização para as Perdas e o Desperdício Alimentar, instituído pelas Nações Unidas -, tem o Alto Patrocínio da Presidência da República, agregando já um número considerável de entidades públicas e privadas, um grupo onde se enquadra a Direção-Geral das Autarquias Locais e que passa a contar agora, também, com a participação do município de Benavente.
1/3 da comida produzida é desperdiçada
Um terço da comida que se produz está condenada ao desperdício e 17% dos alimentos é deitada fora ainda antes de chegar a todos nós. O desperdício de alimentos é responsável pela emissão de gases de efeito de estufa equivalente à rede global dos transportes terrestres, contribuindo para o aquecimento global. Se este desperdício fosse aproveitado, seria suficiente para alimentar dois mil milhões de pessoas. Daria para dar de comer duas vezes a todos aqueles e aquelas que passam fome em todo o mundo. Na Europa, cerca de 88 milhões de toneladas de alimentos são desaproveitados anualmente, com um custo estimado de 143 mil milhões de euros.  Em Portugal, estima-se que 1 milhão de toneladas de alimentos são deitados para o lixo, que dariam para alimentar as 360 mil pessoas com carências alimentares no nosso país.
Números do Desperdício Alimentar 
A forma como produzimos, processamos e consumimos alimentos atualmente é um paradoxo! 
Nos países desenvolvidos, comemos muito e comemos mal. Cerca de 2 mil milhões de pessoas sofrem com obesidade ou têm doenças relacionadas com a alimentação.  
Apesar de nos últimos 50 anos, a nossa capacidade para produzir alimentos ter aumentado quase 300%, o número de pessoas com fome não diminuiu! Nos últimos 3 anos aumentou para 820 milhões. 
Simultaneamente, 1/3 dos alimentos produzidos em todo o mundo são desperdiçados, o que representa cerca de 1,3 bilião de toneladas por ano. Em média, cada português desperdiça 97 kg de alimentos por ano.   Esta é uma questão económica, social e com elevado impacto ambiental.  

Para responder a este problema é necessário mobilizar toda a comunidade. Nas próximas semanas a CMB inicia um projeto de sensibilização para alunos do 1.º ciclo, relacionado com esta problemática.  

Leave a Reply

Recentes de Sociedade

Ir para Início
%d bloggers like this: