Programa ROMA EDUCA atribui Bolsas a jovens de Azambuja

Em Educação

O Programa ROMA EDUCA assenta numa estratégia de apoiar e motivar as famílias com menos recursos financeiros, para a importância das aprendizagens e formação educativa, apostando nas competências e mérito dos jovens adolescentes.

Foram atribuídas duas bolsas a jovens residentes no Município de Azambuja, no âmbito da Estratégia Nacional para as Comunidades Ciganas. As Bolsas de Estudo atribuídas, resultam num incentivo ao sucesso escolar das comunidades ciganas, de modo a garantir condições efetivas de acesso e à Educação, sucesso educativo e aprendizagem ao longo da vida, medidas que apostam na intervenção em mediação intercultural.

Raissa Abreu Martins, aluna de excelência do 9.º ano na Escola Secundária de Azambuja e Nuno Abreu Martins matriculado no 10º ano de Humanidades na Escola Secundária de Azambuja, deixaram o seu testemunho na importância destas bolsas como investimento na sua formação.

A jovem estudante a terminar o 9.º Ano no presente ano letivo, considera estar muito entusiasmada com o futuro e com as oportunidades que o Ensino Secundário oferece nas áreas das Ciências, Tecnologias e Humanidades. “Gosto muito de ciências, explica com um brilho nos olhos…,mas também gostaria de futuro de ser advogada…” Estou ainda num processo de escolha, a Orientação Vocacional Escolar irá ajudar-me a tomar uma decisão consciente…” . Os dois jovens irmãos de Azambuja estão de parabéns pela bolsa sendo um exemplo a seguir pelos seus pares na forma como apostam na formação perspetivando um futuro risonho em áreas de apoio à comunidade.

É de referir que Azambuja candidatou pelo segundo ano consecutivo jovens residentes no Concelho do Ensino Básico e do Ensino Secundário, ao Programa ROMA EDUCA promovido pelo Alto Comissariado para as Migrações.

Leave a Reply