Alverca recebe a primeira mercearia biológica a granel do concelho

Em Empresas

Abre amanhã a Autêntica-Mercearia Biológica a Granel, a primeira do género no concelho de Vila Franca de Xira. O projecto, criado por duas irmãs com preocupações ambientais e de sustentabilidade, pretende colmatar uma lacuna que identificaram no concelho.

Foram meses de preparação, entre pesquisa de produtos, fornecedores e localização para o espaço, sem contar com as burocracias inerentes à abertura de uma empresa, ainda por cima em plena pandemia. A Autêntica – Mercearia Biológica a Granel abre portas este sábado, dia 1 de Maio.

Localizada em Alverca, o novo espaço “surgiu da necessidade de adquirir produtos mais sustentáveis e, ao mesmo tempo, saudáveis”, explica Ana Carolina Monteiro, uma das proprietárias, que acrescenta: “Desde o início do primeiro confinamento que começámos [ela e a irmã, Alice Monteiro] a ter mais atenção com a alimentação e as questões ambientais, tendo mesmo criado uma pequena horta para nos ajudar neste processo de escolha de produtos alimentares mais saudáveis.”

Mas a busca por uma vida mais saudável e amiga do ambiente revelou-se acidentado, “porque quando tentávamos adquirir produtos mais específicos, seja alimentares ou de higiene, percebemos que não existia nada perto”, releva.

E foi da tomada de consciência desta falha no mercado que nasceu a Autêntica-Mercearia Biológica a Granel, uma vez que as irmãs perceberam “que esta podia ser uma oportunidade, pois o que era a nossa necessidade podia também ser a de outras pessoas”, lembra.

Uma mercearia norteada pelas preocupações ambientais e de sustentabilidade

Primazia ao que é nacional   

A consciência ambiental está também na pegada ecológica que os seus produtos vão ter e, por isso, “temos como objectivo o uso de produtos nacionais, sempre que seja possível, bem como a compra de produtos em grandes quantidades a fim de evitar o desperdício de embalagens, mas sem colocar em risco a qualidade dos produtos ou o desperdício alimentar”, explica Ana Carolina Monteiro.

A empreendedora adianta que, “nesta fase inicial temos produtos de mercearia seca, como chás, especiarias, farinhas, leguminosas, frutos secos, alimentos desidratados, massas, entre outros. Depois temos também uma componente de produtos de higiene como champôs, gel de duche, pastas de dentes, pensos menstruais reutilizáveis, detergente de chão e roupa. Teremos também produtos sustentáveis para a casa, como esponjas de loiça, sacos do lixo compostáveis e detergentes a granel.”

Na sua missão de contribuir para a redução de residuos, Ana Carolina Monteiro acrescenta: “um dos conceitos que queremos implementar na Autêntica é de os clientes trazerem as suas próprias embalagens para encherem com os produtos da loja. Desta forma, pretendemos incentivar a reutilização das embalagens que tantos de nós temos em casa e não utilizamos, ou até deitamos fora porque não sabemos o que havemos de fazer com eles.”

A Autêntica – Mercearia Biológica a Granel pretende “colmatar a falta de oferta de produtos biológicos e a granel no concelho de Vila Franca de Xira, com vista ainda à redução de desperdício alimentar e de embalagens descartáveis”, remata a responsável.  

A loja localiza-se no centro histórico da cidade de Alverca, na Rua João Mantas, n°10-A e estará aberta de segunda a sexta, das 10h às 14h e das 15h30 às 19h30, e aos sábados, das 9h às 13h.

Poderá acompanhar todas as novidades da loja através das redes sociais em:

Instagram: https://instagram.com/autentica.granelbio?igshid=1hi8do9bogl9k

Facebook: https://www.facebook.com/autentica.granelbio/

Longo caminho a percorrer

As irmãs Ana e Alice Monteiro são as empreendedoras desta nova loja em Alverca

Este é mais um passo que as irmãs dão na procura de uma vida mais saudável, sustentável e amiga do ambiente. Mas não têm ilusões sobre o longo caminho que têm ainda a percorrer.

“Apesar de estarmos a desenvolver um projecto com base na sustentabilidade, seja através do uso de produtos biológicos na gama alimentar e de produtos naturais na gama de higiene, queremos deixar claro que o caminho para sermos pessoas zero waste é longo e ainda temos muitas alterações a fazer, mas por vezes dar passos pequenos é mais importantes do que grandes alterações, feitas sem bases sustentadas”, alerta Ana Carolina Monteiro.

Filhas de pais que sempre tiveram ligação à terra, Ana Carolina Monteiro revela que “desde cedo que fomos habituadas a fazer a reciclagem e a tentar reutilizar o máximo de vezes possíveis os recursos que tínhamos, bem como a evitar o desperdício alimentar. Com o evoluir dos tempos e com as vidas cada vez mais agitadas que se vivem hoje em dia, por vezes todos nós temos tendência a negligenciar estes pequenos actos que em tanto ajudam o planeta Terra”, remata.

Leave a Reply