Comeres & beberes – Raízes, Casal da Coelheira

Em Ribatejo Cool

Falcão Rodrigues e o Chef Vítor Felisberto, por serem cultores do belo sentimento que é a amizade, entenderam dar público conhecimento da salutar expressão (tantas vezes vilipendiada) desse culto através de um vinho das melhores uvas tintas do Casal da Coelheira, colheita de 2017.

Brilhante no copo sem mácula, prenho de aromas a fruta madura polpuda e silvestre com matizes minerais, num registo de bom volume, as papilas gustativas entenderam-no como seivoso, logo guloso, pletórico de força com taninos arredondados.

No meu entender será um tinto a dar óptima réplica a charcutaria de qualidade, queijos a escorregarem prato fora, no tocante a pratos principais lembro caça de pena, carnes vermelhas e assadas de pequeno porte (cabrito e leitão).

Armando Fernandes

Origem TEJO. Produzido e engarrafado por Casal da Coelheira, Tramagal. Ano de colheita: 2017. Graduação: 14º.

Leave a Reply