fbpx

Futebol II Liga – Cova da Piedade perto da permanência com empate frente ao Vilafranquense

Em Desporto

O Cova da Piedade ficou hoje perto de garantir a permanência na II Liga portuguesa de futebol, ao conseguir um empate a zero, no reduto do Vilafranquense, em jogo a contar para a 33ª jornada.

No estádio de Rio Maior, a equipa ribatejana desperdiçou inúmeras ocasiões de golo, algumas de modo incrível, e foi pouco objetiva na frente de ataque, mantendo-se desta forma em lugares de descida de divisão.

Começou melhor o Vilafranquense, que teve três ocasiões de muito perigo nos primeiros 25 minutos: primeiro, Nuno Rodrigues assistiu Evandro Brandão, que cabeceou defeituoso para fora, depois, André Claro, já dentro da área, jogou para Evandro Brandão, que não conseguiu o desvio certeiro e, finalmente, Kady Borges, sem oposição, ‘entrou’ na defesa do Cova da Piedade e rematou, com a bola a passar muito perto do poste esquerdo de Adriano Facchini.

Na melhor ocasião neste período, João Vieira, numa transição rápida na direita, centrou para Hugo Firmino cabecear e obrigar Tiago Martins a defesa apertada.

Após o reatamento, voltaram a começar melhor os ribatejanos: André Claro, dentro da área, centrou para Diogo Coelho de cabeça obrigar Adriano Facchini à defesa da tarde.

O domínio ribatejano intensificava se e Eric Veiga, de livre direto, obrigou o guarda-redes brasileiro a nova grande defesa.

Um ponto bastava ao Cova da Piedade para praticamente garantir a manutenção na II Liga portuguesa e a formação forasteira tentou gerir os momentos da partida e quebrar o ritmo forte que os locais estavam a implementar na partida.

Com o aproximar do final da partida, seria o Cova da Piedade, num livre direto apontado por Edinho, aos 87 minutos, a levar a bola à trave da baliza de Tiago Martins.

Na parte final, nos seis minutos de compensação, o Vilafranquense esteve mais com o coração do que com a cabeça e não teve a clarividência necessária para chegar ao golo.

O Cova da Piedade é 12.º classificado, com 34 pontos, enquanto o Vilafranquense é 17.º e penúltimo, com 30.

Pode ser uma imagem de 1 pessoa, em pé e ao ar livre
Diogo Izata, o homem do jogo

Jogo no Estádio Municipal de Rio Maior.

Vilafranquense – Cova Piedade, 0-0.

Ao intervalo: 0-0.

Equipas:

– Vilafranquense: Tiago Martins, Marco Grilo (Marcos Vinícius, 64), Diogo Coelho, Gonçalo Santos (Ruben Gonçalves, 64), Eric Veiga (André Dias, 78), Diogo Izata, Leonardo, Kady Borges (Carlos Fortes, 64), Nuno Rodrigues (Vitinho, 78), André Claro e Evandro Brandão.

(Suplentes: Bruno Ferreira, Marcos Vinícius, Alan Bidi, Carlos Fortes, Ricardo Rodrigues, Vitinho, André Dias, Ruben Gonçalves e Mbombo).

Treinador: Carlos Pinto.

– Cova da Piedade: Adriano Facchini, Cristiano Gomes, João Meira, Bruno Bernardo, Gonçalo Maria, Shimabuku (Cícero, 71), Pepo (Cele, 56), Oliveira (Edinho, 83), Bruno Alves, Hugo Firmino (Arnold, 83) e João Vieira (Alex Freitas, 71).

(Suplentes: Cléber, Lele, Cícero, Patrão, Alex Freitas, Simão Junior, Balogun, Edinho, Arnold).

Treinador: Miguel Leal.

Árbitro: Artur Soares Dias (AF Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Marco Grilo (20), Kady Borges (20), Pepo (38), André Claro (57), Ruben Gonçalves (78) e Vitinho (86).

Assistência: jogo realizado á porta fechada devido à pandemia covid-19.

Pode ser uma imagem de 11 pessoas e texto que diz "UDV 1 33°JORADA II INICIAL PORTUGAL TIAGO 5 DIOGO COELHO 16 GRILO ad IZATA ERIC 22 27 LEONARDO KADY 13 GONÇALO 30 NUNO 47 EVANDRO SUPLENTES: BRUNO FORTES RODRIGO /VITINHO BIDI ANDRÉ RUBEN VINICIUS/ MBOMBO 18 ANDRÉ CLARO BCBC pollux"

Publique o seu comentário

Recentes de Desporto

Ir para Início
%d bloggers like this: