Teresa Nascimento é a candidata do Bloco de Esquerda à União de Freguesias da Cidade de Santarém

Em Autárquicas 2021

Teresa Nascimento é a cabeça de lista do Bloco de Esquerda à União de Freguesias da cidade de Santarém. O nome foi aprovado Assembleia de Aderentes do Bloco de Esquerda de Santarém.

Teresa Nascimento é técnica Superior de Radiologia, Mestre em Psicologia das Relações Interculturais e doutoranda de Psicologia Social no ISCTE-IUL. É aderente do Bloco de Esquerda, onde integra a Coordenadora Concelhia. Dedica-se à militância política por considerar que” há vozes que têm que ser ouvidas e atendidas, especialmente, aquelas que vêm dos grupos mais frágeis; por considerar que a vida humana, nas suas diferentes formas, tem de ser valorizada; por considerar que o ambiente e os animais têm que ser respeitados; e por considerar que o património e a cultura não podem ser só de alguns privilegiados“.
Em comunicado, o Bloco de Esquerda de Santarém diz pretender “continuar o trabalho desenvolvido de oposição às políticas do atual executivo do PSD. Entendemos que se deve abrir as portas ao diálogo próximo com as populações, porque as populações precisam de freguesias que as oiçam e lutem por elas. As freguesias devem, por isso, saber responder à realidade atual e às necessidades das populações e ir ao encontro de soluções positivas que favoreçam a todos“.
Neste sentido, o Bloco de Esquerda é “a favor da criação da freguesia de S. Domingos, alargada a Fontainhas e Grainho, se for essa a vontade dos moradores. S. Domingos tem uma identidade própria, forte, com movimentos associativos dinâmicos, e problemas muito específicos que, certamente, com uma gestão de maior proximidade, ficariam resolvidos“. O Bloco sugere ainda uma “reflexão sobre a possibilidade da criação de uma freguesia que abranja Portela e Jardim de Cima, reforçando a ligação e a proximidade do poder autárquico à população”.

Leave a Reply