FAPOESTEJO promove agradecimento a 199 escolas das regiões do Oeste, Lezíria do Tejo e Médio Tejo distinguidas como “Escola Amiga da Criança”

Em Educação

FAPOESTEJO realiza cerimónia de agradecimento às Comunidades Educativas distinguidas com os Selos da “Escola Amiga da Criança” a 199 escolas das regiões do Oeste, Lezíria do Tejo e Médio Tejo.

A cerimónia de agradecimento às Comunidades Educativas distinguidas com os Selos da “Escola Amiga da Criança” terá lugar no dia 29 de maio de 2021, pelas 9h30, via online. Trata-se de um projeto da CONFAP (Confederação Nacional das Associações de Pais), da LeYa e do psicólogo Eduardo Sá, que distingue as escolas de todo o país que realizaram iniciativas que contribuem para um desenvolvimento mais feliz da criança.

Dos 36 municípios representados por esta Federação foram num total, cerca de 199 escolas às quais foi atribuído este selo, envolvendo 399 projetos. Na Região da Lezíria Tejo foram 9 Municípios e 92 Escolas, Na Região do Médio Tejo 9 Municípios e 47 Escolas, e na região do Oeste 8 Municípios e 60 Escolas.

A receção dos convidados, entre eles, Presidentes das Comunidades Intermunicipais, Presidentes e Vereadores da Educação das Câmaras Municipais, Presidentes das Juntas de Freguesia das Escolas premiadas, Diretores dos Agrupamentos e Diretores de Escolas Proponentes, Alunos dos Projetos e as Associações de Pais locais, decorrerá pelas 9h30.

Numa Cerimónia que contará com a presença do Diretor-Geral dos Estabelecimentos Escolares, João Gonçalves, da Vereadora da Educação do Município da Chamusca, Cláudia Moreira, Jorge Ascenção, presidente do Conselho Executivo CONFAP, Francisco Heitor, representante da LeYa, e de Rui Pedro Pires, presidente do Conselho Executivo Fapoestejo.

Com esta iniciativa, os promotores pretenderam distinguir e estimular as comunidades educativas que se envolvem na concretização de projetos adicionais, para que os alunos sejam mais felizes no espaço escolar.

Pretendem ainda partilhar com os agentes educativos de todo o país e, sociedade em geral, as ideias excecionais que distinguem e que, nas respetivas escolas, proporcionam a crianças e jovens um percurso enriquecedor e um desenvolvimento pessoal e social mais integrado e harmonioso.

Esta iniciativa distingue ainda as escolas que concebem e concretizam ideias, contribuindo para um desenvolvimento mais feliz da criança no espaço escolar e essencialmente partilhar essas boas práticas, que servem para que os alunos se sintam motivados, não apenas nos estudos, mas também no dever e exercício da cidadania.

Leave a Reply