fbpx

Centro Cultural Regional de Santarém tem novos corpos sociais para renovar a vivência do Fórum Mário Viegas

Em Região

Os novos corpos sociais do Centro Cultural Regional de Santarém foram eleitos, no passado dia 20 de maio, numa assembleia geral em que foram também aprovados por unanimidade e aclamação o relatório e as contas de 2020.

Num ano marcado pela pandemia que reduziu a atividade do CCRS, realizaram-se ainda assim várias atividades, com destaque para a exposição de fotografias de mulheres da Guiné-Bissau, com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian; as “Cestas d’Arte” dinamizadas pelo Carlos Oliveira Chona (malogradamente falecido na noite de 20 para 21);  a 4.ª edição da RAS – Residência Artística com a pintura de um mural no pátio interior (imagens da fotogaleria acima); um concerto de jazz com o Tinoco Almeida Dias-Trio no Convento de S. Francisco; a participação nas comemorações do Centenário de Bernardo Santareno em conjunto com outras associações e instituições de Santarém; entre outras atividades desenvolvidas pelo Núcleo de fotografia e pelo Grupo Guitarra e Canto de Coimbra. A redução da atividade permitiu avançar com obras no edifício sede que nos seus 150 anos exige um cuidado constante com a manutenção.

A assembleia aprovou por unanimidade e aclamação o relatório e as contas de 2020, assim como um voto de louvor proposto pelo Conselho Fiscal pela dinâmica desenvolvida pelo Conselho de Administração no mandato agora terminado.

Nesta assembleia geral foram eleitos, com 25 votos e 1 voto em branco, os corpos sociais para o quadriénio 2021-2024.

Como linhas gerais propostas para este mandato, o conselho de administração propõe-se renovar a vivência do Fórum Mário Viegas, através de atividades motivadoras e da abertura do edifício sede do CCRS. Pretende criar atratividade para as gerações mais jovens. Assim, vai manter a aposta no Núcleo de Artes, dinamizado por jovens criativos, com a continuação das RAS Residências artísticas, ações de formação artísticas, concursos de artes plásticas e de música, assim como conta com o dinamismo do Núcleo de Fotografia, que tem desenvolvido cursos de formação, workshops e outras atividades. O CCRS vai continuar a organizar exposições regulares de artes. Vai manter a promoção do Prémio Nacional de Poesia Ator Mário Viegas. Em destaque também o Grupo de Canto e Guitarra de Coimbra, secção do CCRS que organiza anualmente a Grande serenata no Largo do Seminário.

Mesa da Assembleia Geral: Maria de Lurdes Asseiro, presidente; Maria Beatriz Martinho e José Augusto Rodrigues;

Corpos Gerentes do CCRS – Mandato 2021-2024

Mesa da Assembleia Geral: Maria de Lurdes Asseiro, presidente; Maria Beatriz Martinho e José Augusto Rodrigues;

Conselho de Administração: Elias Cachado Rodrigues, presidente; Luísa Baeta, vice-presidente; Luísa Santos, tesoureira; Lurdes Veiga Comparada, secretária; Víctor Cordeiro Lopes, vogal; João Manuel Diniz Cláudio, vogal; Eva Mendonça, vogal; Suplentes: António Forte e João José Baptista.

Conselho Fiscal: António Oliveira Luís, presidente; António José Amaral, vice-presidente; João Ventura, secretário.

Conselho Cultural: Mário Tropa, Carlos Guedes de Amorim, Ana Martinho do Rosário, António Forte, Tiago Fernandes, Ana da Silva, Sofia Vieira, Jorge Custódio, Vítor Barreto, Armando Rosa, José Miguel Noras,  Jacinto Fernandes e João Luiz Madeira  Lopes.

Leave a Reply

Recentes de Região

Ir para Início
%d bloggers like this: