O crescente processo de digitalização das empresas na área da construção

Em Empresas

Embora a área da construção continue a ser uma das mais conservadoras, não podemos negar o crescente processo de digitalização que tem vindo a decorrer neste sector. Não só a tecnologia consegue quebrar fronteiras, como também veio facilitar processos de trabalho, colocando ao dispor das empresas, dos seus funcionários e também dos seus clientes, inúmeros produtos e softwares, que lhes permite trabalhar de forma mais produtiva. A este processo, dá-se o nome de Transformação Digital. Ou seja, o uso de tecnologias e softwares digitais, de modo a solucionar problemas ditos convencionais, sejam eles relacionados com a logística, a produtividade ou o desempenho.

Nesse sentido, se trabalha na área da construção, certamente já ouviu falar do Autocad. Este programa permite criar e trabalhar desenhos técnicos, de modo a fazer projetos 2D ou 3D mais detalhados, o que muito facilita o trabalho dos arquitetos, engenheiros e empreiteiros. Igualmente útil, é o Revit da Autodesk, uma plataforma onde é possível criar e documentar projetos 3D baseados em modelos para BIM. Este tipo de ferramentas vêm muitas vezes aliadas à realidade virtual e realidade aumentada e permite visualizar os projetos com um detalhe muito maior.

Também os drones têm sido cada vez mais úteis, devido às suas capacidades de mapear o local de uma obra, sendo também muito usados para fins de inspecção.

A tecnologia veio permitir também o acompanhamento em tempo real – e com maior segurança – das máquinas e dos equipamentos usados neste sector.

Outra vantagem é o acesso a um sem fim de informação, em forma de big data, que uma vez devidamente interpretada e aproveitada, permite às empresas tomar importantes decisões, afetando questões relacionadas como a segurança, sustentabilidade, mediação da obra, custos, logística, etc.

Já na área da comunicação, ferramentas como o email ou o chat são vistas cada vez mais como essenciais. Afinal, graças a elas é possível trocar informações e documentos e até levar a cabo reuniões sem que os intervenientes tenham de estar juntos fisicamente.

A par de tudo isto, é ainda notório o impacto do marketing digital neste sector. Cada vez mais profissionais investem mais nesta área, pois entendem a importância de estar presente na Internet (seja através de um site, das redes sociais, etc.) para promover o seu negócio, de modo a angariar novos clientes.

Como podemos constatar, dos clientes aos profissionais, todos saem a ganhar com a digitalização das empresas de construção. 

Por essa razão, a tecnologia não deve ser vista como uma inimiga, mas sim como um recurso valioso, capaz de tornar os processos mais eficientes, mas também mais seguros e mais produtivos. 

Simultaneamente, pode também ser usada para combater o desperdício e os gastos extras. Aliás, vários estudos e pesquisas demonstram que graças à digitalização das empresas é possível poupar milhões – desde a concepção dos projetos à sua execução final.

No atual contexto de pandemia que vivemos, o setor da construção foi também muito afetado pela Covid-19. Nesse sentido, sem dúvida que a tecnologia pode  – e deve – ser vista como um caminho e uma resposta à crise.

Leave a Reply

Recentes de Empresas

Ir para Início
%d bloggers like this: