Projeto EVA para apoio aos idosos em Torres Novas

Em Sociedade

Foi apresentado esta manhã, pelo presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, Pedro Ferreira, o EVA – Equipa para uma Vida Ativa, projeto-piloto do Município de Torres Novas, em parceria com a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, para diagnóstico na área da saúde junto da população mais idosa do concelho. Estiveram presentes na sessão o presidente do Conselho Diretivo da ARS-LVT – Luís Pisco, a diretora executiva do ACES Médio Tejo – Diana Leiria e Carlos Gil em representação do Centro Hospitalar do Médio Tejo.

O projeto EVA visa o acompanhamento de cidadãos de maior risco na área cardiovascular para controlo e melhor gestão da doença através da deslocação pelo concelho de uma equipa composta por pessoal médico bem como da área da enfermagem e farmacêutica. Destina-se à população mais idosa, com mais de 70 anos, mais vulnerável ao nível social, com maior incidência de doença,

em especial a das freguesias com acesso mais limitado a um médico de família. De realçar que, no concelho de Torres Novas, 40% da população tem mais de 50 anos e 18% da população tem mais de 70 anos, pelo que este projeto prevê abranger cerca de 7000 munícipes.

Este projeto-piloto será implementado de 1 de julho a 31 de dezembro de 2021 e representa um investimento do Município de cerca de 80 000 euros.

Na ocasião foi assinado um protocolo de colaboração entre a ARS-LVT e o Município de acordo com o qual compete à Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo: autorizar a colaboração do ACES Médio Tejo com a equipa contratada pelo Município para o Projeto EVA, supervisionando, do ponto de vista técnico, a intervenção; autorizar o ACES a definir os critérios de inclusão dos utentes e de comunicação dos resultados; autorizar o ACES a definir os critérios de comunicação dos resultados da ação da equipa contratada pelo Município para o Projeto EVA. Ao Município caberá: contratar a equipa e implementar o Projeto EVA; garantir a colaboração da equipa do Projeto EVA, com o ACES e Centro Hospitalar Médio Tejo; comunicar e informar o ACES e o Centro Hospitalar Médio Tejo dos resultados do Projeto EVA; disponibilizar e garantir os meios operacionais (de caráter não clínico) à equipa EVA.

Leave a Reply