Engenheiro João Diniz de Oliveira é o candidato do PSD à União das Freguesias de Cartaxo e Vale da Pinta

Em Autárquicas 2021

João Pedro Diniz Flor de Oliveira, de 30 anos, natural do Cartaxo, é o candidato do Partido Social Democrata à União das Freguesias de Cartaxo e Vale da Pinta.

A sua infância foi passada a brincar nas ruas da cidade onde nasceu e em Vale da Pinta, de onde é natural a sua família materna. Iniciou os estudos na Escola do Centro do Cartaxo culminando o seu percurso académico no Instituto Superior Técnico onde se licenciou em Engenharia Civil e completou o Mestrado na vertente de Estruturas. Tal como muitos jovens, iniciou a sua atividade profissional após concorrer para a realização de um estágio profissional, no caso, em Aveiro. Durante este período e no âmbito da sua dissertação de mestrado colaborou enquanto orador em ações de formação levadas a cabo pela Associação para a Formação e o Desenvolvimento em Engenharia Civil e Arquitetura (FUNDEC).

Atualmente desempenha funções de Engenheiro Civil na área das infraestruturas numa empresa líder do sector da construção em Portugal.

O agora candidato iniciou a sua atividade cívica e política na concelhia da juventude social-democrata do Cartaxo, destacando-se pela sua dinâmica e empenho na defesa da causa pública, bem como pela procura de novas ideias e soluções para potenciar mais-valias no território.

É neste momento Conselheiro Nacional do Partido Social Democrata, Presidente da Distrital da Juventude Social Democrata de Santarém e Vice-Presidente da concelhia do PSD local. No panorama autárquico é deputado na Assembleia Municipal desde 2017, fazendo já parte do Conselho Municipal da Juventude desde 2014.

A Comissão Política do PSD Cartaxo salienta “a coragem do João Oliveira em encabeçar este projeto, que pretende trazer mais organização, dinâmica e ambição para o funcionamento da Junta da União das Freguesias de Cartaxo e Vale da Pinta, tendo como pressupostos uma gestão autárquica mais equilibrada, transparente e próxima das pessoas”. É por isso que caso seja eleito o agora candidato propõe-se a “iniciar a transmissão via online das assembleias de freguesia, a criar um orçamento participativo para fomentar a participação da população no desenvolvimento do seu território, ou a implementar uma plataforma de atendimento com publicação do prazo de resposta a pedidos por parte dos fregueses”.

A requalificação do Parque de Merendas da Rua dos Lavadouros em Vale da Pinta, espaço esquecido na memória coletiva da freguesia, a implementação de parques caninos na cidade, a colocação de novos equipamentos para merendas e pic-nics em espaços ao ar livre, respeitando boas regras ambientais e enquadrados em conceitos de economia circular, são pontos que fazem parte do programa que o candidato pretende discutir publicamente com a população do Cartaxo e de Vale da Pinta.

Também a conquista de fundos através de mecanismos existentes que resultem em receitas extraordinárias para a freguesia (como é o caso do JUNTAr+, do Fundo Ambiental) serão, na sua opinião, importantíssimos para recuperar a competitividade face a territórios vizinhos.

Na vertente social o aumento da abrangência na promoção do envelhecimento ativo, tendo por base exemplos piloto de boas práticas que estão já implementadas noutras freguesias, é também um objetivo a concretizar.

“De facto além das importantes competências legais de zelar pela limpeza e manutenção do espaço público que devem ser o ponto de início e não apenas o fim, é importante quebrar barreiras reconhecendo o valor que parcerias com entidades privadas ou particulares podem trazer na redução do esforço operacional das autarquias, nomeadamente quando tal permita devolver dignidade ao espaço público ou prestar um melhor serviço às pessoas. É preciso estarmos abertos à inovação, procurando implementar novas metodologias e ferramentas que se comprovem poder trazer mais-valias à população ou por e simplesmente replicar outras tantas que deram provas de eficácia e eficiência nos serviços prestados às populações noutros territórios” afirma o candidato em comunicado.

“A colocação de sinalética nos espaços emblemáticos das freguesias desta união, dando uso a Códigos QR direcionados a um site renovado onde será possível conhecer a história por de trás de monumentos, espaços emblemáticos do Cartaxo e de Vale da Pinta; a criação de trilhos pedestres promovidos através de guias de lazer para quem nos visita, a criação de eventos com foco nas tradições gastronómicas na União de Freguesias, ou a incorporação da arte urbana na valorização do património” são ideias que o candidato afirma que “com reduzido custo podem trazer mais riqueza para o território e em simultâneo mais qualidade de vida para as populações desta União de Freguesias”.

“Acredito genuinamente que é possível valorizar o que temos de melhor, procurando a cada momento agarrar as oportunidades à medida que as circunstâncias se apresentam”, afirma o candidato. Para tal, defende que “a expectativa dos cartaxeiros e dos valedapintenses tem de subir perante os seus autarcas. Há espaço, meios e forças vivas capazes de fazer mais, pelo que não podemos baixar os braços. A tradição que nos orgulha deve ser potenciada com a inovação. Apelo aos cartaxeiros e aos valedapintenses que participem ativamente na construção desta alternativa. Este é o momento de virar a página”, remata o candidato à Junta da União das Freguesias de Cartaxo e Vale da Pinta pelo PSD.

Leave a Reply