Devotos de Neno no último adeus ao antigo guarda-redes

Em Desporto

O grupo conhecido como Devotos de Neno, com génese em Santarém, marcou presença em Guimarães, no domingo, numa emocionada despedida ao seu deus, subitamente desaparecido na passada quinta-feira.

Para trás, ficam mais de duas décadas de celebrações anuais do nascimento de Neno, a 27 de Janeiro, na cerimónia intitulada de Nenatal, ponto alto de um “movimento de fé” em que o humor é imagem de marca, criado quando o antigo internacional português prendeu o maxilar na rede de uma baliza… e sobreviveu.

Para a frente, asseguram, fica a garantia de que as peculiares consoadas prosseguirão e de que os Devotos continuarão a cumprir a sua parte para que aquela que intitulam de “gargalhada nénica” ecoe eternamente nos corações de todos que com ele privaram.

Vitória Clube de Santarém também presente no adeus

Também o Vitória Clube de Santarém não deixou de se associar à onda de pesar provocada pelo desaparecimento de uma personalidade com ligação indelével ao clube e à cidade.

Além de sócio honorário do clube escalabitano (n.º 111) desde 2005 e ilustre padrinho do maior torneio de futsal de formação do país (Vitória Futsal Cup Masters), Neno, era, acima de tudo, segundo a Direção, “um enorme amigo da família vitoriana”.

“Para sempre guardaremos o seu contagiante sorriso, a singular simpatia e a inexcedível disponibilidade e generosidade que Neno sempre nos dedicou aquando das suas visitas a Santarém”, salientaram os vitorianos, em nota veiculada nas suas redes sociais.

O Vitória Clube de Santarém esteve representado nas cerimónias fúnebres realizadas no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, no passado domingo, onde ofertou a Neno o seu último cachecol do emblema azul e branco.

Leave a Reply