Feira Empresarial Ourém+Digital divulgou potencialidades e apoios municipais às empresas

Em Empresas

A 1.ª edição da Feira Empresarial Ourém+Digital levou a efeito o seu primeiro webinar sobre as potencialidades e medidas de apoio do Município de Ourém às empresas. Os participantes ficaram a conhecer o tecido económico deste território, bem como os incentivos municipais ao tecido empresarial do concelho.

A NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém encontra-se a dinamizar a 1.ª edição da Feira Empresarial Ourém+Digital até ao final do mês de junho, certame virtual que tem como objetivo promover o tecido económico deste concelho do Médio Tejo.

No âmbito desta iniciativa, a associação empresarial encontra-se a promover a realização de webinares, tendo o primeiro sido realizado na tarde do dia 17 de junho, sobre as potencialidades e medidas de apoio do Município de Ourém às empresas.

A sessão, com acolhimento pelo diretor do Núcleo NERSANT de Ourém, Paulo Ribeiro, da empresa Trigénius, contou logo de seguida com a intervenção do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Ourém, Natálio Reis, que fez um retrato da economia e tecido empresarial do concelho de Ourém. “Ourém é um dos concelhos mais dinâmicos do Médio Tejo e da região Centro de Portugal”, começou por dizer, acrescentando que “é a diversidade do tecido empresarial que dá riqueza ao concelho”. “Nos últimos 3 anos e meio, o concelho de Ourém recebeu 15 milhões de euros de investimento empresarial e apresenta uma taxa de desemprego de pouco mais de 2%”, indicadores, referiu, “que convidam a olhar para este território como uma oportunidade para investir”.

Quantos aos apoios às empresas, Natálio Reis referiu que a Câmara Municipal de Ourém está a terminar o “regulamento de apoio às empresas, com redução da carga de impostos para as mesmas, e que deverá entrar em vigor nos próximos meses, após aprovação da Assembleia Municipal”.

O Município de Ourém, na voz de Fernando Paquim, detalhou de seguida algumas informações relativas à economia do concelho – como a taxa de exportações, que cresceu 30% entre 2017 e 2019 – bem como a apresentação de alguns produtos deste território, como os mirtilos, vinhos, ovos, paletes, pedras calcárias, azeite e transformação de bacalhau. Foram ainda escrutinados os diversos mecanismos de apoio já disponibilizados pelo Município para apoiar as empresas, tanto para as novas empresas como para as já instaladas no concelho. A Câmara Municipal de Ourém lembrou, entre outros, os apoios lançados pelo Município no âmbito da pandemia Covid-19, onde se conta, por exemplo, a campanha 1001 Noites, para apoiar o tão afetado setor da hotelaria.

A Startup Ourém esteve também em destaque na sessão de esclarecimentos, com o Município e a NERSANT a comemorar o segundo aniversário da infraestrutura de acolhimento empresarial com o lançamento de um vídeo promocional sobre a incubadora. No final, houve espaço para a colocação de questões por parte da plateia.

Para além deste webinar, a Feira Empresarial Ourém+Digital tem ainda em agenda os webinares “Empreendedorismo Jovem – Inserção dos jovens no mercado trabalho” (21 de junho, 16:00), “Gestão mais eficiente de empresas – As vantagens da implementação de um sistema de gestão” (23 de junho, 16:00) e “A Transformação Empresarial: Como colocar o seu negócio no mundo digital” (29 de junho, 16:00). As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas em https://www.nersant.pt/agenda/.

De referir que a 1.ª Feira Empresarial Ourém+Digital está a decorrer até ao final do mês de junho com a participação de 85 empresas da região, no total de 575 produtos e serviços em exposição. O certame pode ser visitado no portal de negócios da NERSANT – Compro no Ribatejo – em https://compronoribatejo.pt/feira/1-feira-empresarial-ourem-digital.

Leave a Reply