fbpx

Centro 2020 aprova projetos para remoção de amianto em edifícios escolares de Tomar, Torres Novas, Vila Nova da Barquinha e Constância

Em Educação

O Programa Operacional Regional do Centro (Centro 2020) aprovou 100 projetos para remoção de fibrocimento em edifícios escolares da região, representando um investimento de 11,4 milhões de euros, anunciou hoje a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) refere que os projetos aprovados têm uma comparticipação de fundos europeus de cerca de 10 milhões de euros.

Segundo a fonte, os projetos “vão permitir a remoção e substituição de cerca de 174.532 m2 [metros quadrados] de coberturas com amianto, o equivalente a 17 campos de futebol”.

“Os apoios concedidos visam a remoção e substituição das estruturas com amianto nas escolas públicas dos níveis de ensino pré-escolar, 1.º, 2.º e 3.º ciclos e ensino secundário, que estão sob a gestão da administração central ou local, respondendo definitivamente a uma preocupação de saúde pública”, lê-se no documento.

Para a presidente da CCDRC, Isabel Damasceno, citada no mesmo comunicado, “trata-se de um excelente exemplo de como os recursos europeus se devem colocar à disposição das populações, respondendo diretamente aos seus problemas”.

“A remoção do amianto contribui significativamente para a melhoria das condições de segurança e saúde das escolas públicas. Os municípios são os principais responsáveis pelo sucesso desta medida, uma vez que são donos de obra das 100 intervenções”, salienta Isabel Damasceno.

Segundo a CCDRC estão aprovados projetos nos municípios de Castelo Branco, Pinhel, Covilhã, Fundão, Belmonte, Guarda, Seia, Tomar, Torres Novas, Vila Nova da Barquinha, Constância, Torres Vedras, Bombarral, Peniche, Alenquer, Lourinhã, Alcobaça, Caldas da Rainha, Ílhavo, Aveiro, Anadia, Águeda, Albergaria-a-Velha, Oliveira do Bairro e Ovar.

Oliveira do Hospital, Arganil, Penacova, Pampilhosa da Serra, Cantanhede, Coimbra, Vila Nova de Poiares, Lousã, Montemor-o-Velho, Figueira da Foz, Tábua, Mealhada, Porto do Mós, Leiria, Marinha Grande, Pombal, Ansião, Castro Daire, Sátão, Aguiar da Beira, Tondela, Carregal do Sal, Viseu, Santa Comba Dão e São Pedro do Sul, são os restantes municípios contemplados com projetos de remoção de fibrocimento em edifícios escolares.

A aprovação dos projetos será assinalada, na segunda-feira, com uma visita às obras de remoção de fibrocimento na Escola Básica Eugénio de Castro, em Coimbra, que é a escola com a maior área intervencionada na região Centro (5.664 m2) e que contou com um apoio de fundos europeus de cerca de 263 mil euros.

A visita, que se realiza pelas 10:30, contará com a presença da ministra da Coesão, Ana Abrunhosa, do secretário de Estado do Desenvolvimento Regional, Carlos Miguel, da presidente da CCDRC, Isabel Damasceno, do presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Manuel Machado, e da Delegada Regional de Educação do Centro, Cristina Oliveira.

Publique o seu comentário

Recentes de Educação

Ir para Início
%d bloggers like this: