Município apoia a conclusão da digitalização das páginas do “Correio do Ribatejo”

Em Região

O Município de Santarém aprovou a assinatura de um protocolo com a direção do jornal “Correio do Ribatejo”, para concluir a digitalização dos jornais editados ininterruptamente desde 1889, nomeadamente “O Santareno”, “Correio da Extremadura” e “Correio do Ribatejo”. Segundo a nota da Câmara, a operação que vai ser levada a cabo pela empresa “Luis Pavão Limitada”, com experiência neste tipo de trabalhos, com um custo aproximado de 30 mil euros, que será assegurado pelo Município.

Recorde-se que o jornal “Correio do Ribatejo” completou no passado dia 9 de abril, 130 anos de existência, com uma publicação semanal ininterrupta. De referir que, só o “Correio do Ribatejo” possui a sua coleção completa, pois o título não se encontra na sua totalidade à guarda da Hemeroteca Nacional, nem da Biblioteca Nacional, nem do fundo local da Biblioteca Municipal de Santarém.

Tendo em conta os conteúdos destes jornais dos finais do Sec. XIX e do início do Sec. XX, os mesmos fazem com que o “Correio da Extremadura” e o “Correio do Ribatejo” sejam dos títulos mais consultados na Biblioteca Municipal de Santarém, principalmente por estudantes e investigadores do Ensino Superior. Segundo a autarquia, os Serviços Municipais registam semanalmente pedidos de um significativo número de investigadores interessados nas edições do “Correio do Ribatejo”, o que “justifica o apoio municipal e a urgência na digitalização das edições do jornal, tanto mais que o suporte deste acervo histórico em papel centenário, encontra-se em estado de grande fragilidade, com algumas zonas já infestadas por patologias do papel próprias do tempo”.

Publique o seu comentário