Os festivais mais bizarros do mundo

Em Ribatejo Cool

Todo mundo já foi em algum festival. Em cidades do interior do país, são comuns os eventos sociais onde toda a comunidade se reúne e celebram um tema em comum. Normalmente há comida, bebida e música! Alguns festivais duram dias e são parte importante da história cultural e também financeira de uma cidade, tornando-se uma referência nacional.

Como é o caso do Oktoberfest, que ocorre na cidade de Blumenau. Um evento em ode à cerveja e com um objetivo: ficar bastante bêbado! No entanto, alguns festivais chamam atenção pelas suas bizarrices, alguns beiram o inacreditável. Mas não duvide: existem loucos para tudo! 

La Tomatina Festival

Esse é provavelmente um dos maiores e mais conhecidos festivais, graças à massiva difusão na comunicação social. A festa ocorre todos os anos na última quarta-feira de agosto, na cidade de Buñol, na Espanha e se tornou uma tradição que atrai turistas de todo o mundo.

Apesar do aspecto de total descontrole, a festa possui um regulamento básico que permite seu funcionamento. Os tomates, por exemplo, são amassados antes de serem arremessados, evitando assim que as pessoas se machuquem. A fanfarra dura apenas 1 hora, começando quando soa o primeiro disparo às 11:00hs da manhã! Ao meio-dia, soa o segundo disparo e está proibido arremessar tomates. A criação da festa é confusa e existem várias teorias, todas remontam ao ano de 1945. A festa sofreu diversas tentativas de proibição, e após sucessivos fracassos a Câmara Municipal de Buñol resolveu assumir a coordenação do evento a partir de 1980. 

Corrida do Queijo

Esse festival é exatamente o que diz seu nome, o Cooper ‘s Hill Cheese-Rolling and Wake, é uma corrida onde centenas de pessoas se lançam ladeira abaixo tentando não morrer, chegar até o final e agarrar um imenso queijo que é o grande prêmio em disputa. O evento foi criado originalmente na cidade de Brockworth, uma vila no interior da Inglaterra, mas tem participado gente de todo o mundo. Todos os anos os participantes se reúnem no topo da de uma ladeira extremamente íngreme da cidade de Coopers Hill. Uma peça de queijo gigante é lançada primeiro e logo em seguida soa um disparo. Os corajosos participantes vão atrás do prêmio. Quem consegue chegar até a final primeiro é o grande vencedor e leva o queijo de 3,5kg pra casa. 

Guerra de Dedão do Pé

É isso mesmo que você leu: um festival onde pessoas participam de disputas semelhantes a queda de braço, mas com dedão do pé! Nela, dois participantes apoiam seus pés sobre o Toedium (uma espécie de “ringue”) e duelam encaixando seus dedões do pé! O evento é totalmente bizarro e movimenta milhares de dólares por ano, com o turismo e até mesmo com as casas de apostas físicas e online, como a Bwin, onde é possível apostar sobre qualquer coisa, até mesmo sobre quem será o campeão mundial do campeonato de Guerra de Dedão do Pé! Apesar de parecer engraçado, a competição é levada bastante a sério pelos participantes. Alan Nash, o maior campeão do evento, que já ganhou 10 torneios, afirma ter fraturado o dedo 9 vezes.

Publique o seu comentário