fbpx

Ciclo de workshops “Como montar o seu negócio em 6 passos” arrancou com 100 participantes

Em Empresas

Mais de cem pessoas participaram esta quinta-feira, dia 9 de setembro, na primeira sessão online do ciclo de workshops dedicado ao tema “Como montar o seu negócio em 6 passos”, organizado pela NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, e vai prosseguir com novas sessões abertas à participação de empresários e potenciais empreendedores que desejem aperfeiçoar ou iniciar um negócio.

O vice-presidente da Comissão Executiva da NERSANT Pedro Félix expressou a satisfação pela elevada participação nesta sessão online, que demonstra o grande interesse que há pelo empreendedorismo na região.

Salientou que a NERSANT acolhe por ano, cerca de 300 a 400 pessoas que procuram ajuda para iniciar um negócio, e cerca de 60 a 80 empresas são criadas todos os anos com o apoio gratuito da equipa de empreendedorismo da NERSANT, desde a definição do modelo de negócio, a elaboração do Plano de Negócios, Fontes de Financiamento, até aos aspetos jurídicos, contabilísticos e fiscais.

O ciclo é constituído por seis sessões que se pretendem muito práticas e breves, com 15 a 20 minutos de duração, lançando desafios aos participantes no final de cada workshop para que possam desenvolver as suas ideias para iniciar ou melhorar as suas empresas. Tarefas para as quais os participantes contam com a equipa de empreendedorismo da NERSANT que se encontra disponível para trabalhar com cada um para avançar no processo.

Esta primeira sessão foi dedicada ao tema A IDEIA DE NEGÓCIO – OPORTUNIDADE: Como ter uma ideia de negócio? Numa apresentação prática e concisa, João Santos, da NERSANT, apresentou algumas dicas sobre a forma de obter e desenvolver ideias de negócio. “A ideia surge como resposta a uma necessidade identificada no mercado, e cabe ao empreendedor desenvolver as competências e capacidades que permitam identificar essas oportunidades de negócio”, afirma. Partindo dos interesses e hobbies pessoais, o empreendedor pode identificar necessidades criadas por problemas que a sociedade sente, e identificar produtos ou serviços existentes que carecem de melhorias. Sugere-se a análise das tendências, como por exemplo a crise climática, os movimentos civis, a igualdade de género, entre outras megatendências que poderão proporcionar oportunidades. A importação de ideias com sucesso noutros locais pode servir de fonte de inspiração, assim como as experiências profissionais e pessoais, a investigação e desenvolvimento e a visita a feiras e congressos.

O técnico da equipa de empreendedorismo da NERSANT apresentou como propostas de trabalho, que os participantes reúnam o máximo de informação e de ideias, e as agrupem em áreas, avaliando as suas competências próprias para cada uma das áreas, a existências de mercado potencial, de interessados para o produto ou serviço proposto. Deu como exemplo o tema “reconstruir melhor”, tendo em conta que a sustentabilidade não é um objetivo mas uma exigência, para a construção de um mundo mais verde, o que implica desenvolver soluções para problemas ambientais. Outro exemplo, é a tendência “Figital”, um modelo híbrido formado pelos mundos físico e digital em que os consumidores podem viver, e que está a ser impulsionado com os problemas criados pela pandemia.

A próxima sessão online será dedicada ao “modelo de Negócio” e realiza-se já na próxima quinta-feira, dia 16 de setembro, às 14h30.

As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias para receção do link de acesso à sessão.


Programa Emprego + Digital com inscrições abertas para formação sem custos

Nesta sessão foi apresentado o programa Emprego + Digital, que resulta de uma parceria da CIP – Confederação Industrial portuguesa com as associações empresariais regionais. O programa está a decorrer até final do ano, com o objetivo de contribuir para a qualificação dos ativos das empresas na área digital, através de formação específica nesta área temática, com ações de formação à distância e também presenciais, quer nas empresas quer juntando formandos de várias empresas. Destina-se a empreendedores com empresas criadas e a empresas da região, que podem beneficiar desta formação financiada, sem custos para as empresas.

  • em agenda:
    • Processador de texto – funcionalidades avançadas UFCD 0755
    • Escritório eletrónico – seg. e partilha de ficheiros UFCD 0645
    • Estratégias de e-marketing UFCD 0445
    • E-marketing – tecnologias de informação e comunicação UFCD 0444
    • Folha de cálculo – funcionalidades avançadas UFCD 0757
    • Marketing digital UFCD 9214
    • Meios de comunicação digital UFD 9216

Os interessados podem obter mais informações e fazer inscrições gratuitas em https://www.nersant.pt/academia/formacao-financiada/emprego-digital/

Publique o seu comentário

Recentes de Empresas

Ir para Início
%d bloggers like this: