Home Cultura & lazer

“A Magia do Papel Dobrado” – Exposição de scraping de Ana Bela Pereira no Fórum Mário Viegas em Santarém (vídeo)

0

“A Magia do Papel Dobrado” é o título da exposição que reúne 25 trabalhos em scraping de Ana Bela Pereira, que vai estar patente ao público até 4 de dezembro, no Fórum Mário Viegas, do Centro Cultural Regional de Santarém.

Ana Bela Pereira, professora bibliotecária de Alcanena, transforma livros e filmes em verdadeiras obras de arte em papel dobrado, cortado e colado, com a técnica de scraping… e muita paciência e arte.

 

Professora de português e francês, Ana Bela Pereira começou este hóbi, há uns 8 anos, quando descobriu a técnica de scraping. Na mesma altura, o seu marido, também professor, lançou um livro com 10 contos, a partir do qual Ana Bela Pereira criou o seu primeiro livro em scraping. O trabalho foi muito apreciado e em breve Ana Bela Pereira já tinha uma “encomenda” de fazer um trabalho para oferecer ao escritor de livros infantis Pedro Seromenho.

Apaixonada pela literatura infantil, Ana Bela Pereira inspira-se em livros infantis para criar obras de arte de papel dobrado e cortado, que usa para contar histórias às crianças, de forma a estimular o gosto pela leitura dos mais novos, no seu trabalho como professora bibliotecária.

Além de livros infantis, também o filme “O fabuloso destino de Amélie Poulain” inspirou Ana Bela Pereira a criar um livro a partir de mais de 900 print screens de frames do filme, que dão corpo a uma obra de grande envergadura.

Nesta exposição do Fórum Mário Vielas, podemos ver 25 obras de Ana Bela Pereira. São trabalhos que levaram horas de minucioso labor, obras de grande dimensão, alguns livros chegam a ter uma envergadura de 8 metros depois de totalmente abertos.

A exposição é acompanhada por uma advertência: Os livros expostos não são comercializáveis assegurando-se os respetivos direitos de cada autor. “Faço os livros para mim, por prazer; em vez de ir ao psicólogo corto e dobro papel”, afirma Ana Bela Pereira, com um sorriso.

A autora já expôs os seus trabalhos no Instituto Politécnico de Beja, no encontro de ilustração Braga em Risco, na Biblioteca Municipal de Abrantes, no Instituto Politécnico de Setúbal e na Escola Secundária Ginestal Machado em Santarém.

sem comentários

Deixe o seu comentário

por favor, escreva o seu comentário
Por favor, escreva aqui o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Fechar
Exit mobile version