Quarta-feira, Maio 22, 2024
InícioRegiãoDeputada do PS alerta para lacunas na área da saúde a sul...

Deputada do PS alerta para lacunas na área da saúde a sul do distrito de Santarém

A deputada do PS eleita pelo distrito de Santarém, Mara Lagriminha, alertou o Governo sobre algumas lacunas que urge colmatar ao nível dos cuidados de saúde primários, sobretudo na zona sul do distrito.

A deputada começou por realçar a necessidade de reforçar os médicos de Saúde Geral e Familiar, quer no ACES (Agrupamentos de Centros de Saúde) do Médio Tejo, quer no ACES da Lezíria.

Mara Lagriminha exemplificou com um dos casos mais graves, de quase rutura, a sul do distrito, no concelho de Salvaterra de Magos. “É o único do ACES da Lezíria, que não dispõe de uma Unidade de Saúde Familiar. Ao dia de hoje tem apenas ao serviço dois médicos de família para 22 mil habitantes, o que deixa cerca de 75 por cento da população desprotegida e sem uma resposta adequada para todos os utentes”, frisou.

Mara Lagriminha questionou sobre as medidas que podem ser tomadas para dotar o concelho de Salvaterra de uma Unidade de Saúde Familiar e de cuidados primários, na linha do que pretende o Orçamento do Estado, nomeadamente com recursos humanos que respondam de forma adequada.

Outra das lacunas, ainda por resolver, prende-se com o horário de funcionamento do Serviço de Atendimento Permanente (SAP) no concelho de Coruche. Durante a pandemia este serviço deixou de funcionar 24 horas para passar a funcionar apenas até às 20h00. Este era o único serviço de urgência a que a população podia recorrer num concelho que possuiu uma população muito envelhecida. Algumas das freguesias deste concelho distam mais de 70 quilómetros do Hospital Distrital de Santarém.

“O que falta para repor o horário do SAP de Coruche e para o tornar um verdadeiro Serviço de Urgência Básica?”, questionou Mara Lagriminha, dirigindo-se à Ministra da Saúde, Marta Temido, no âmbito da apreciação, na especialidade, do Orçamento do Estado para 2022.

A deputada lembra que o Orçamento do Estado reforça a cobertura dos cuidados de saúde primários com mais respostas e o compromisso de prosseguir o trabalho de generalização do modelo das Unidades de Saúde Familiares. Mara Lagriminha reconhece que o distrito tem sido alvo de investimento na rede hospitalar, nomeadamente em infraestruturas e equipamentos no Hospital Distrital de Santarém e no Centro Hospitalar do Médio Tejo.

Ministra garante soluções

A Ministra da Saúde, Marta Temido, garante que a situação de Salvaterra de Magos preocupa o Governo, que já discutiu o assunto com o município e com a Administração Regional de Saúde. “Sabemos que temos 75 por cento da população sem cobertura de medicina geral e familiar. Colocámos dois especialistas aposentados a meio tempo. Aquilo que nos pedem e que procuraremos obviamente responder é à atribuição de quatro vagas”, informou Marta Temido, em resposta à deputada Mara Lagriminha. Marta Temido lembrou ainda que uma obra já prevista para o concelho é a construção do pólo de Marinhais.

A ministra confirmou ainda que a tutela está também a tentar forma de garantir a extensão do horário de funcionamento do SAP de Coruche até às 00h00.

Veja aqui a intervenção da deputada Mara Lagriminha ña audição da Ministra da Saúde, Marta Temido, no âmbito da apreciação, na especialidade, do Orçamento do Estado para 2022

 

banner-complexo-aquático

Deixe o seu comentário

por favor, escreva o seu comentário
Por favor, escreva aqui o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Também pode ler

Subscreva a newsletter

Receba as notícias do dia do jornal Mais Ribatejo diretamente na sua caixa de email.

Artigos recentes

Comentários recentes

pub
banner-união-freguesias-cidade-santarem
spot_img
Fechar