Terça-feira, Novembro 29, 2022
InícioCorreio dos LeitoresTorre Bela - 7500 hectares de floresta e centenas de animais sacrificados...
<
<
<
<

Torre Bela – 7500 hectares de floresta e centenas de animais sacrificados para construir central fotovoltaica

Penso que conhecem o projeto de instalação de painéis voltaicos em 7500 hectares, em Torre Bela, no concelho de Azambuja. E para que este projeto seja realizado, o sacrifício de 7500 hectares de floresta destruída e o massacre de 540 animais selvagens, veados, javalis. Caçadores espanhóis, durante dois dias, perseguiram e abateram estes pobres animais. Foi proposta uma associação de proteção dos animais, a fim de albergar estes animais na parte restante do terreno de 3500 hectares. Mas esta associação não teve tempo de intervir e os animais foram sacrificados.

Mas o que ninguém mencionou foi que, no mesmo lugar, também havia muitas gazelas, antílopes, que desapareceram! Todos os portugueses sabem que era possível observar todos estes animais. Animais protegidos, em vias de extinção, cuja vida foi sacrificada, sem lhes dar qualquer hipótese de sobrevivência! Há que difundir essa informação, pois isso é extremamente grave ! Como é que se pode falar de proteção da natureza e abater tantos animais indefesos que poderiam ter sido deslocados? Como é que podemos destruir 7500 hectares de floresta e continuar a falar sobre salvar o planeta?

Sobretudo para colocar uma central fotovoltaica.
Acredito que, como uma associação protetora dos animais, pode exercer o seu dever e fazer o que for necessário com as autoridades competentes, porque tudo isto é um verdadeiro massacre. Por causa da crueldade humana, a fim de realizar o mais rapidamente possível seus projetos. Tudo isso é criminoso e vergonhoso! Estes crimes devem ser severamente punidos! Os animais são seres de pleno direito que merecem a benevolência e o respeito. Tudo isto é patético. Mas apenas os portugueses que seguiam esta estrada frequentemente tinham conhecimento destas espécies africanas que desapareceram, sem que isso fosse divulgado.

Patrícia Comoz Lansard Pellissier

ALCOENTRE

Receba a newsletter com as notícias do Ribatejo

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

spot_img
Também pode ler

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe o seu comentário!
Por favor, escreva seu nome aqui

spot_img
pubspot_img

Artigos recentes

spot_img

Comentários recentes

spot_img
spot_img
Feedback