Segunda-feira, Fevereiro 6, 2023
<
<
<
<
InícioEmpresasGrupo Barraqueiro é um dos investidores - Proposta do novo aeroporto para...
banner-espetaculo-avieiros-chamusca
banner-espetaculo-avieiros-chamusca
banner-espetaculo-avieiros-chamusca
banner-espetaculo-avieiros-chamusca

Grupo Barraqueiro é um dos investidores – Proposta do novo aeroporto para a zona de Casével e S. Vicente do Paul

O futuro novo aeroporto de Lisboa pode ser, afinal, em Santarém. Segundo a SIC, o principal rosto deste plano alternativo é Humberto Pedrosa.

O dono da Barraqueiro e antigo acionista da TAP patrocina um projeto que troca o Montijo por uma nova localização para o aeroporto complementar, adianta a SIC Notícias.

O novo aeroporto seria construído junto à área de serviço de Santarém, na A1, a cerca de 80 quilómetros de Lisboa.

A localização proposta para o novo aeroporto na área das freguesias de Casével e S. Vicente do Paul

De acordo com a SIC, segundo este projeto, o aeroporto ficaria localizado junto à estação de serviço de Santarém, entre as freguesias de São Vicente do Paul e Casével.

O canal de notícias avança ainda que a ideia já foi apresentada ao primeiro-ministro, António Costa, e ao Presidente do PSD, Luís Montenegro.

Todas as câmaras da comunidade intermunicipal da Lezíria do Tejo foram informadas da intenção, revela a Sic Notícias.

O Expresso avançou em julho com a notícia de que há um conjunto de promotores e investidores nacionais e estrangeiros que estão há três anos a estudar a localização de Santarém para a construção de um novo aeroporto, e têm já um projeto desenhado para avançar. O grupo Barraqueiro, de Humberto Pedrosa, é um dos promotores portugueses envolvidos neste projeto, revelou a SIC Notícias.

A SIC contactou os gabinetes do primeiro-ministro e do ministro das Infraestruturas, mas não obteve qualquer reação. Até ao momento, só a Câmara de Santarém assume a abordagem dos potenciais investidores.

Fonte oficial do Grupo Barraqueiro, questionada pelo Expresso sobre se o empresário estaria ligado ao projeto do aeroporto localizado em Santarém, afirmou apenas que não comentava.

O grupo de investidores, do qual o ex-acionista da TAP faz parte, propõe-se construir o novo aeroporto na região de Santarém, sem recurso a investimento público e de forma faseada. O financiamento seria realizado através das atuais taxas aeroportuárias e os promotores afirmam que o aeroporto pode arrancar com um investimento inferior a mil milhões de euros, se se avançar inicialmente apenas com uma pista, alargando depois à medida que a procura for crescendo.

Os promotores alegam que as acessibilidades seriam uma das vantagens do projeto, já que a região está integrada em dois eixos vitais: a autoestrada A1, que liga Lisboa ao Porto, e a linha de caminho de ferro que liga o país de norte a sul.

Segundo o Expresso, Humberto Pedrosa está também interessado em investir na área ferroviária, e na alta velocidade, tendo inclusive já notificado a Autoridade da Mobilidade e dos Transportes dos seu interesse em operar sete comboios, entre Braga e Faro.

 

logo mais ribatejo

Não perca as nossas notícias

Subscreva a nossa newsletter e fique a par da informação regional que interessa

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

close
logo mais ribatejo

Não perca as nossas notícias

Subscreva a nossa newsletter e fique a par da informação regional que interessa

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Também pode ler

8 COMENTÁRIOS

  1. Pois é. Para o projeto ficar completo e não coxo era desviar o traçado da linha de alta velocidade de Coimbra para Santarém com paragem no novo aeroporto. Não tem qualquer lógica uma nova linha de alta velocidade sem ligação a uma nova estrutura aeroportuária.

  2. Mais uns quilómetros já existe um super aeroporto pronto à espera de ser usado, e servido por auto-estrada, BEJA!
    E para os mais endinheirados até pode ser criado um serviço de helicópteros para o transporte dos passageiros de e para Lisboa e outras aldeias deste País rico em cabecinhas ocas.

  3. Sem dúvida que as acessibilidades vão ser de uma enorme importância. A linha de alta velocidade tem quer ser desviada de Coimbra para Santarém via Lisboa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe o seu comentário!
Por favor, escreva seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Artigos recentes

spot_img

Comentários recentes

pub
cartaz-standup-comedy_almeirim
cartaz-standup-comedy_almeirim
cartaz-standup-comedy_almeirim
cartaz-standup-comedy_almeirim
spot_img
spot_img
spot_img