Quinta-feira, Fevereiro 22, 2024

Oferta

Receba o ebook Leituras Inextinguíveis Vol.II

InícioRegiãoCartaxo assinalou aniversário do concelho com entrega de medalhas e diplomas de...
banner-mes-da-enguia-salvaterra-de-magos

Cartaxo assinalou aniversário do concelho com entrega de medalhas e diplomas de mérito

A Conferência do Sagrado Coração de Jesus da Sociedade de São Vicente de Paulo foi a instituição agraciada com a atribuição de Diploma e Medalha de Mérito Municipal, pelos relevantes serviços prestados ao município na área do apoio social, com a finalidade de visitar e assistir os que se encontram em situação de necessidade. A Câmara Municipal reconheceu, assim, “a competência, empenho, disponibilidade e dedicação de todas as pessoas que, na instituição, se dedicam a apoiar o próximo, apoiando os mais desprotegidos da comunidade, para que possam encontrar caminhos de autonomia e dignidade humana”.

Manuel Jorge Martins de Oliveira foi a personalidade agraciada com o Diploma e a Medalha de Mérito Municipal, pelos “relevantes serviços prestados ao município na área da cultura, particularmente na arte de equitação e do toureio a cavalo, revelando destacada competência, empenho e dedicação, elevando o nome do Município do Cartaxo nacional e internacionalmente”.

Os trabalhadores da Câmara Municipal que completaram 25 anos ao serviço do município foram também homenageados pelo serviço prestado ao município e à comunidade.

A cerimónia contou com a atuação da jovem Joana Almeida.

aniversario concelho cartaxo
A vereadora Maria João Oliveira, responsável pelo pelouro da Cultura; Zulmira Oliveira, esposa de Manuel Jorge Martins de Oliveira; presidente da Câmara Municipal, João Ferreira Heitor.

O presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, João Ferreira Heitor, acompanhado pelo vice-presidente da autarquia, Pedro Reis e pelas vereadoras Maria João Oliveira e Maria de Fátima Vinagre, receberam os autarcas e os representantes de instituições, empresas e forças de segurança, assim como, a população e os trabalhadores do Município, que se associaram à Sessão Solene de Comemoração do 207.º Aniversário de Elevação do Cartaxo a Concelho, que decorreu no Salão Nobre do edifício-sede do Município, no dia 10 de dezembro.

aniversario concelho cartaxo
Vice-presidente da Câmara Municipal, Pedro Reis; Presidente da Conferência do Sagrado Coração de Jesus da Sociedade de São Vicente de Paulo, Maria de Jesus Tomásia; Vereadora Maria de Fátima Vinagre, responsável pelo pelouro da Ação Social e saúde.

Para João Ferreira Heitor, a comemoração constitui um momento para o encontro e celebração da história do concelho, mas também para “refletir, para olhar para o caminho percorrido e retirar as aprendizagens que nos podem ajudar a tomar melhores decisões no futuro. Servem também estes momentos para valorizar o que de bom recebemos e para agradecer a quem de alguma forma deu de si para nos fazer crescer e avançar”.

João Ferreira Heitor fez balanço de primeiro ano de mandato destacando os objetivos alcançados e mostrando-se confiante e focado no muito que tem de ser feito
O autarca lembrou o momento difícil que a comunidade enfrenta e que se pode agravar, causado pelas repercussões do conflito entre a Rússia e a Ucrânia, “nomeadamente pelo brutal aumento dos custos da energia, que para além do impacto direto em famílias e instituições, inflaciona os custos de bens e serviços de forma generalizada”.

aniversario concelho cartaxo
Presidente da Câmara Municipal e trabalhadores que completaram 25anos ao serviço do município (os que puderam estar presentes na Sessão Solene).

Dificuldades que o autarca destaca, mas que afirma “temos que encontrar formas de as ultrapassar, com trabalho, criatividade, foco e união”, deixando uma mensagem de esperança e de empenho da autarquia em manter o foco no planeamento e na execução de soluções reais para a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos, de reabilitação do espaço público e de atração de investimento empresarial para o concelho.

Entre os objetivos já atingidos, neste primeiro ano de mandato, o presidente da Câmara Municipal destacou as obras em curso, como a valorização da Rua Serpa Pinto ou a profunda intervenção na Escola Secundária do Cartaxo. No que se refere às alterações já efetuadas na organização dos serviços municipais, o autarca destacou a área de urbanismo, à qual foram alocados trabalhadores que desempenhavam funções em outras áreas municipais, assim como, passou a contar com técnicos entretanto contratados para reforçar uma área essencial “às pessoas e às empresas”.

aniversario concelho cartaxo
Presidente da Câmara Municipal e cidadãs que integram a Conferência do Sagrado Coração de Jesus da Sociedade de São Vicente de Paulo.

No que se refere ao trabalho de atração de investimento, o autarca afirmou que “é com orgulho que mencionamos a assinatura, no passado dia 6 de dezembro, de um contrato promessa de compra e venda de seis lotes no Valley Park, onde se fixará uma empresa que corria o risco de sair do nosso concelho”, informando que “este contrato é resultado de um longo trabalho e irá permitir acelerar a localização de empresas naquela Zona Empresarial”.

Entre o trabalho do executivo no primeiro ano de mandato de que o autarca afirmou sentir orgulho, destaca-se o que permitiu executar a Estratégia Local de Habitação – sendo que as primeiras seis escrituras de imóveis serão assinadas até final do ano –, a abertura de mais uma sala de jardim de infância na EB José Tagarro, ou “a Loja do Cidadão, cuja candidatura lançámos e já foi aprovada, a par do trabalho que estamos a desenvolver para lançar a candidatura para um novo Centro de Saúde”.

A Sessão Solene contou com a entrega de Diplomas e Medalhas aos trabalhadores que completaram 25 anos ao serviço do município do Cartaxo. O presidente da Câmara Municipal agradeceu a cada trabalhador homenageado, “o contributo, ao longo destes anos, para a causa pública” e agradeceu também “a todos os que diariamente se esforçam e contribuem para a qualidade de vida da nossa população”.

Uma personalidade e uma instituição do concelho foram agraciadas com Diploma e Medalha de Mérito Municipal

A Conferência do Sagrado Coração de Jesus da Sociedade de São Vicente de Paulo foi a instituição do concelho homenageada na Sessão Solene, tendo a distinção sido recebida por Maria de Jesus Tomásia, Presidente da instituição.

O cavaleiro Manuel Jorge Martins de Oliveira, foi a personalidade distinguida. Por impossibilidade de o homenageado estar presente na Sessão Solene, a Medalha foi recebida por Zulmira Oliveira, sua esposa.

O presidente da Câmara Municipal destacou que a entrega de Diploma e Medalha de Mérito é uma homenagem “a quem dedica a sua vida à arte, cultura e desporto e a quem revela de forma muito consistente e impactante um diferenciado espírito de solidariedade e preocupação com o outro em comunidade”.

Diplomas e Medalhas de Mérito por 25 Anos ao Serviço no Município
Pedro Miguel Coelho Barata Quitério
Fernando Gabriel Damas Leitão
Eurico Colaço Simões
Luís Miguel de Jesus Serra
João Manuel Líbano Bernardino
João Alberto de Jesus Serra
Maria dos Anjos Vieira Rodrigues Marques Pinheiro
Anabela do Carmo Dias Antunes

Conferência do Sagrado Coração de Jesus da Sociedade de São Vicente de Paulo

“Em 1833 António Frederico Ozana um jovem estudante em Paris, reuniu-se com uns colegas e, devido à situação que o país atravessava, motivado pelo pós-guerra fundou a primeira Sociedade de São Vicente de Paulo tomando como Patrono um padre bondoso que viveu em 1500.

A Sociedade de São Vicente de Paulo entra em Portugal em 1859, sendo fundada a primeira conferência em Lisboa.

No Cartaxo a Conferência do Sagrado Coração de Jesus da Sociedade de São Vicente de Paulo foi fundada em 9 de dezembro de 1954, conforme carta de agregação à Sociedade.
As Conferências são movimentos de leigos católicos que tentam minimizar o sofrimento dos mais desfavorecidos. Acompanhando as famílias em tudo o que precisam consoante as possibilidades de cada Conferência: alimentos, ajudas para pagamento de água, luz, gás, medicamentos e consultas.

Escutando-os, ajudando-os na procura de trabalho e ainda fazendo acompanhamento ao hospital quando necessário.

Todo o atendimento é personalizado e o acolhimento é feito enquanto a família necessitar do trabalho da conferência”.

Manuel Jorge Martins de Oliveira

“Nasceu em Azambuja a 23 de fevereiro de 1959.

Tendo vivido sempre com uma ligação à terra, à natureza e aos animais, desde muito cedo começou a desenvolver uma paixão pelos cavalos. Começou a montar muito novo, tendo ganhado as bases do ensino com mestres conterrâneos como José Vicente e Dionísio, foi aluno da figura ímpar da equitação mundial, Mestre Nuno de Oliveira.

Com apenas dez anos teve a sua primeira experiência dentro de uma praça de touros quando participou numa vacada a favor dos Bombeiros Voluntários de Azambuja e foi a 23 de maio de 1976, em Alcochete, que prestou provas para cavaleiro praticante.
A 2 de junho de 1977, tirou a alternativa de cavaleiro tauromáquico numa noite em que a Praça de Touros do Campo Pequeno homenageava a Associação de Comandos. Teve como padrinho de alternativa José João Zoio e Luis Miguel da Veiga, José Luís Sommer de Andrade, Gustavo Zenkl e João Moura como testemunhas.

Nos anos de 1979 e 1982, conquista em França o “Rojão de Oiro”. Em 1979 estreou-se em Espanha, atuando na Real Maestranza de Caballería, em Sevilha e, na mesma temporada, atuou em Las Ventas, Madrid.

A 29 de Maio de 1988 na Praça de Touros da Azambuja, foi protagonista de um acontecimento inédito em Portugal, ao encerrar-se na lide de 8 touros da extinta ganadaria do Bodieal da Rainha, lidando 4 touros a cavalo e dois a pé.

Ao longo da sua carreira de alternativa apenas concedeu a alternativa a Carlos Arruda (já retirado), na Praça de Toiros do Campo Pequeno em Lisboa e a Bernard Guilibert, na Praça de Touros de Cascais, Filipe Vinhais na praça de touros do Cartaxo, Aba Rita no coliseu do Redondo e Parreirita Cigano na praça de touros do Campo Pequeno. Criou um estilo de toureio que fez escola e foi distinguido inúmeras vezes pelos troféus de melhor cavaleiro da temporada e melhores lides a cavalo.
No seu percurso gravou um álbum de fados com o nome “O meu cavalo Alazão”.
Em 2013, retirou-se e não pensa voltar às arenas.

Hoje em dia, divide o seu tempo entre Portugal e a Alemanha, tendo fundado, em 2015 juntamente com Isabella Sontag, um espaço em plena Baviera onde dá aulas, o Oliveira Stables, organiza anualmente a Feira, onde exibe o trabalho realizado ao longo do ano num espetáculo equestre com música tocada ao vivo e outras performances, para o público que viaja em julho para não perder o evento, bem como para os milhares de pessoas que assistem online.

Juntamente com a equipa alemã já lançou livros como a coleção VERTIKAL e até documentários onde partilha os seus conhecimentos de décadas com este animal que tanto o fascina e com o qual tanto aprendeu, o cavalo. Acredita que o equilíbrio entre o homem e o cavalo se torna num só e assim continuará com projetos vindouros, além-fronteiras e no nosso país, de onde verdadeiramente nunca saiu”.

Deixe o seu comentário

por favor, escreva o seu comentário
Por favor, escreva aqui o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Também pode ler

Subscreva a newsletter

Receba as notícias do dia do jornal Mais Ribatejo diretamente na sua caixa de email.

Artigos recentes

Comentários recentes

pub
banner-união-freguesias-cidade-santarem