Domingo, Junho 16, 2024
InícioSaúdeCHMT alcança 6.000 dádivas de sangue em 2022 - 450 dadores deram...
banner-complexo-aquático

CHMT alcança 6.000 dádivas de sangue em 2022 – 450 dadores deram sangue pela primeira vez

O Serviço de Imuno-Hemoterapia do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) colheu, durante os 12 meses de 2022, seis mil dádivas de sangue nas três unidades hospitalares localizadas em Abrantes, Tomar e Torres Novas.
Segundo o CHMT, este marco só foi possível alcançar devido ao gesto benévolo e altruísta de 4.430 dadores, havendo a assinalar a contribuição generosa de 450 dadores que pela primeira vez na sua vida se associaram a esta causa e decidiram fazê-lo numa unidade hospitalar do CHMT.

Obrigado!

No “Dia Internacional do Obrigado”, que se comemora hoje, a 11 de janeiro, o CHMT deixa assim um sentido agradecimento a cada um dos dadores de sangue da região do Médio Tejo que reservaram um pouco do seu tempo para ajudar o Serviço Nacional de Saúde (SNS) e os seus profissionais a salvar vidas.
Com a sua valiosa contribuição, foi possível transfundir 4100 unidades de concentrados de eritrócitos (glóbulos vermelhos), 250 bolsas de plaquetas e 444 unidades de plasma fresco congelado aos doentes internados nas três unidades do CHMT.
Outras instituições do SNS, como o Hospital Distrital de Santarém, o Hospital de Santa Cruz e o Hospital de Santa Maria também receberam sangue, ou um dos seus componentes colhidos no CHMT, que permitiram acorrer a situações programadas ou de risco de vida iminente, como acidentes, intervenções cirúrgicas, partos, anemias graves, doença oncológica, entre outras.

Jovens doam menos sangue

A faixa etária mais solidária na dádiva de sangue na região do Médio Tejo foi, em 2022, a dos 45 aos 65 anos, registando um total 2088 dádivas. Os mais jovens foram quem menos sangue doou sangue na nossa região. As três unidades do CHMT receberam 407 dadores entre os 18 e os 25 anos em 2022. Os dadores homens estiveram em maioria em 2022 – foram 2765, enquanto as dadoras mulheres foram 1665.
O CHMT relembra que, para que possa doar sangue, só é necessário ser saudável, ter um peso igual ou superior a 50 quilos, e idade compreendida entre os 18 e os 65 anos. Para uma primeira dádiva, o limite de idade é aos 60 anos. Os homens podem dar sangue de três em três meses e as mulheres de quatro em quatro meses.
Doar sangue não demora mais do que vinte minutos e poderá salvar a vida de até três pessoas.

Unidade de Tomar aberta a dádivas no sábado

Este Sábado, 14 de janeiro, a Unidade de Tomar do CHMT, estará aberta das 09h às 14h00 para receber todos os dadores que queiram associar-se a esta causa.
No sábado, 28 de Janeiro, será a vez da Unidade de Abrantes do CHMT ter as portas abertas para a dádiva de sangue no mesmo horário, das 09h às 14h.

Deixe o seu comentário

por favor, escreva o seu comentário
Por favor, escreva aqui o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Também pode ler

Subscreva a newsletter

Receba as notícias do dia do jornal Mais Ribatejo diretamente na sua caixa de email.

Artigos recentes

Comentários recentes

pub
banner-união-freguesias-cidade-santarem

Mais Ribatejo _ PopUp _ BolsaRecrutamentoULSETEJO 

banner fna24