Quinta-feira, Junho 20, 2024
InícioCultura & lazerInscrições abertas para atividades do projeto «Ciência Viva no Verão»
banner-complexo-aquático

Inscrições abertas para atividades do projeto «Ciência Viva no Verão»

O Município de Torres Novas associa-se, novamente, à associação Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica e ao Centro de Ciência Viva do Alviela – Carsoscópio no projeto «Ciência Viva no Verão», destinado ao público geral, com a realização de três percursos, com aproximadamente 5 km, que pretendem dar a conhecer a geodiversidade e a biodiversidade de diversos locais privilegiados do concelho como o rio Almonda, os Moinhos da Pena, a Fórnea de Fungalvaz ou a Ribeira da Beselga.

A primeira atividade, intitulada «Do Carso ao Paul», está marcada para dia 23 de julho, com início no parque de estacionamento da loja da Renova, a partir das 9 horas, com o objetivo de dar a conhecer a biodiversidade do rio Almonda. O percurso inicia-se no carso, junto à nascente, seguindo-se uma visita às Grutas de Lapas, um extraordinário conjunto de galerias subterrâneas escavadas em tufos calcários, com importância a nível nacional e internacional. Na cidade, junto ao Almonda Parque, será possível visitar o núcleo museológico da Central Hidroelétrica do Caldeirão, inaugurado no passado dia 1 de maio, bem como antigos moinhos e lagares. Mais tarde, o percurso prossegue em direção aos Mesiões, nas planícies de inundação do rio, onde será possível observar todo o ecossistema ribeirinho, vegetação ripícola e fauna associada, com a atividade a terminar na Reserva Natural do Paul do Boquilobo, a primeira Reserva da Biosfera do país.

A segunda atividade terá lugar no dia 6 de agosto, a partir das 9 horas com início nos Moinhos da Pena e Charruada, num percurso em que será possível observar um dos maiores conjuntos de moinhos de Portugal, estrategicamente construídos no topo da escarpa do Arrife e testemunhos da importância da moagem artesanal, bem como descobrir os vários afloramentos de calcário, matos e vegetação mediterrânica que aqui predominam, onde se pode observar a fusão entre a geodiversidade e a biodiversidade do local.

A última atividade do projeto terá lugar no dia 10 de setembro, com início às 9 horas na antiga Escola Primária de Fungalvaz, e irá dar a conhecer a geodiversidade e a biodiversidade da Fórnea de Fungalvaz e da Ribeira da Beselga. O percurso inicia-se em direção à fórnea, um anfiteatro natural onde se encontram duas grutas com ocupação pré-histórica, datadas do Paleolítico, seguindo-se a Ribeira da Beselga, onde será possível percorrer o seu vale encaixado e escavado e observar o canhão fluviocársico e a vegetação típica mediterrânica.

Todas as atividades são gratuitas mas de inscrição obrigatória através do link: https://www.cienciaviva.pt/verao/2023/index.php?accao=showactivities&id_proposingentity=217

A organização recomenda o uso de roupa e calçado confortável, boné ou chapéu, protetor solar e um reservatório de água com quantidade suficiente para garantir a hidratação na deslocação.

 

Deixe o seu comentário

por favor, escreva o seu comentário
Por favor, escreva aqui o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Também pode ler

Subscreva a newsletter

Receba as notícias do dia do jornal Mais Ribatejo diretamente na sua caixa de email.

Artigos recentes

banner-aguas-ribatejo

Comentários recentes

pub
banner-união-freguesias-cidade-santarem

Mais Ribatejo _ PopUp _ BolsaRecrutamentoULSETEJO